Folha Vitória AbleGamers é homenageada no Prêmio eSports Brasil por incrível 2022

AbleGamers é homenageada no Prêmio eSports Brasil por incrível 2022

Além de homenagem recebida, a instituição recebeu apoio da premiação em arrecadação de fundos para a doação de controles adaptados...

Folha Vitória

A AbleGamers recebeu uma grande homenagem no Prêmio eSports Brasil, na última sexta-feira (16). Em menção honrosa, foram destacadas as conquistas da instituição no ano de 2022, as quais englobaram desde a entrega de controles adaptados para pessoas com deficiência, até parcerias inéditas, participação em grandes festivais e formação das primeiras turmas do curso de Accessible Player Experience (APX).

Foto: ablegamers
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Além da homenagem, o Prêmio eSports Brasil lançou em parceria com a AbleGamers uma nova campanha de arrecadação fundos no Catarse. O objetivo da campanha é o de angariar recursos para a doação de mais 12 controles adaptados em 2023.

Foto: ablegamers
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Os destaques que levaram a AbleGamers a ser reconhecida pelo prêmio começaram em maio, quando a instituição formou a primeira turma de APX no Brasil. Ao todo, a ONG formou 10 profissionais em desenvolvimento de jogos acessíveis. Essa formação é um grande diferencial para o mercado de games brasileiro, já que, atualmente, existem pouco mais de 300 pessoas no mundo com o título reconhecido internacionalmente.

No mês de julho, a AbleGamers marcou presença no BIG Festival ao lado da publisher DX Gameworks. Ambas as empresas se uniram em um estande com acessibilidade jamais visto em uma feira de videogames. Isso permitiu que pessoas com deficiência jogassem os lançamentos da DX Gameworks com controles adaptados, áudio-descrição da gameplay e atendimento em libras realizado pela ICOM Libras.

Ainda no BIG Festival, o Diretor Presidente da AbleGamers Brasil, Christian Bernauer, participou de dois painéis. No primeiro, ele dividiu o palco com Gilson Schwartz (Games for Change América Latina), Ricardo Chantilly (AfroGames) e Rodrigo Baggio (RECODE) para comentar sobre o tema “América Latina de Alto Impacto: Games e Iniciativas”. 

Foto: ablegamers
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória
Estande da DX Gameworks feito em parceria com a AbleGamers para levar acessibilidade aos visitante do BIG Festival 2022

Já o segundo painel teve como tema “Acessibilidade em Videogames”. Nele, Christian falou sobre a importância de desenvolvedoras dedicarem-se a atender o público com deficiência e ainda falou sobre o curso promovido pela AbleGamers, o Accessible Player Experiences.

───────────────────────────────────────────────────────────Participe do Sorteio de Aniversário e de NATAL do /GAMES Folha Vitória:

───────────────────────────────────────────────────────────

O segundo semestre de 2022 também ficou marcado pela reformulação completa do programa de doação de controles adaptados da AbleGamers, para atender mais pessoas no Brasil e no mundo. Nos EUA, por exemplo, a ONG atendeu cerca de 200 pessoas com deficiência neste ano.

Com o Submarino, a AbleGamers fez uma parceria para lançar a campanha "Game é para todos", na semana em que se comemorou o Dia do Gamer, em 28 de agosto. A ação gerou 10 vídeos e teve como objetivo promover a discussão para a causa de acessibilidade nos jogos, levando gamers PcD para viverem a experiência de jogar com um pro-player por um dia. Influenciadores como CadeirantedoCS, Machadinho, Rafinha 1fps, Dizeritus, Nerdsurdo, Cadeirante FPS, TayHuhu, The Darkness, Voltan, Brabox e Oi Francine participaram da campanha.

Em setembro, a AbleGamers Brasil realizou a sexta edição de seu evento anual, que arrecadou R$ 27.000,00 para promover a acessibilidade no Brasil e entregar controles adaptados para jogadores com deficiência. A ação aconteceu em formato híbrido e permitiu o encontro de mais de 20 pessoas com deficiência tanto na transmissão ao vivo quanto presencialmente, algo inédito no mundo dos games no Brasil. O evento contou com controles adaptados para teste, atendimento em libras, com a presença de grandes influenciadores como Lucky Salamander, Haru, Makson Lima, Queiroga e apresentação ao vivo da banda Nerdstones.

Foto: ablegamers
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória
Jogadores com deficiência puderam testar jogos com controles adaptados durante o evento anual de arrecadação da AbleGamers Brasil

Setembro também marcou o lançamento do acesso à campanha de doações para a AbleGamers Brasil pelo Programa Rewards da Microsoft. Com isso, jogadores agora podem utilizar seus pontos para realizar doações para a ONG por meio do aplicativo oficial do programa, do Xbox ou do site. As doações vão de 1000 (R$ 3) a 5000 pontos (R$ 15) e podem ser repetidas várias vezes. As doações recebidas através deste programa já passam de R$ 2.000,00.

No mês de outubro, em uma parceria inédita para comemorar o lançamento de Gotham Knights, a WB Games doou para a AbleGamers uma ilustração original criada por Ivan Reis — desenhista de história em quadrinhos responsáveis por histórias do Batman, Superman, Lanterna Verde, Aquaman e outros heróis da DC Comics. Essa arte será leiloada em 2023, e o dinheiro será revertido para a ONG.

Foto: ablegamers
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Fechando 2022 com chave de ouro, a AbleGamers Brasil inaugurou sua página oficial no Instagram, identificada pela @ablegamersbr. Por lá, a ONG vai publicar as principais novidades e os acontecimentos mais importantes dos próximos meses!

Para 2023, a AbleGamers Brasil planeja continuar no mesmo ritmo e lançar um selo para criadores de conteúdo que apoiam a ONG logo no primeiro semestre. Além disso, há metas para entregar mais controles adaptados, criar turmas adicionais de APX e realizar parcerias com feiras e exposições de videogames para trazer cada vez mais acessibilidade ao público PcD. O sétimo evento anual ainda terá várias novidades que serão reveladas em breve!

Sobre a AbleGamers

A missão da AbleGamers é criar oportunidades que viabilizem a diversão nos jogos para combater o isolamento social, promover comunidades inclusivas e melhorar a qualidade de vida de pessoas com deficiências.

Últimas