Folha Vitória Aeroporto de Vitória recebe selo internacional por busca de zerar emissão de carbono

Aeroporto de Vitória recebe selo internacional por busca de zerar emissão de carbono

O terminal da Capital do Espírito Santo está entre sete brasileiros que receberam o selo de nível de mapeamento do programa Airport Carbon Accreditation

Folha Vitória
Foto: Monica Zorzanelli
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O Aeroporto de Vitória está entre sete terminais brasileiros que receberam o selo internacional de mapeamento para a gestão de carbono. O reconhecimento é concedido pelo programa Airport Carbon Accreditation aos aeroportos de todo o mundo que se dedicam a reduzir a emissão de carbono.

>> Quer receber nossas notícias 100% gratuitas pelo WhatsApp? Clique aqui e participe do nosso grupo de notícias!

Um dos objetivos é mapear e zerar a emissão de carbono até 2050. O programa possuí seis níveis de certificação (mapeamento; redução; otimização; neutralidade; transformação; e transição) e é dividido por continente. Na América Latina e Caribe, 28 aeroportos receberam o selo de mapeamento, incluindo o da Capital capixaba. 

Além do Aeroporto de Vitória, três terminais do Rio de Janeiro, um de Natal, um de Brasília e um de Santa Catarina receberam o selo. (Veja a lista completa abaixo).

LEIA TAMBÉM: Lançamentos: veja 10 carros que chegam ao mercado ainda em 2022

Ricardo Gesse, CEO da Zurich Airport Brasil, que administra os aeroportos de Vitória, Florianópolis e Macaé, no Rio de Janeiro, destacou o compromisso global para a redução da emissão de carbono. 

“A certificação comprova nosso avanço em sustentabilidade, um dos pilares da empresa. Também nos impulsiona a seguir na trilha de ações planejadas a fim de alcançar patamares cada vez mais relevantes no compromisso global com a agenda climática”, afirmou. 

Levando em consideração a velocidade, comodidade e custo-benefício, a aviação se tornou uns dos principais meios de transporte. No entanto, a atividade está entre os vilões na emissão de CO2 por conta do uso de querosene, combustível usado na aviação. 

Um pesquisa realizada pela Universidade de Manchester, no Reino Unido, e publicada em 2020 aponta que a aviação representa cerca de 3,5% das atividades humanas responsáveis pelas mudanças climáticas. Por isso, as medidas como as propostas pelo programa Airport Carbon Accreditation são incentivadas no setor.

LEIA TAMBÉM: Lotofácil: apostador do ES acerta 15 números e divide prêmio milionário

Veja lista dos aeroportos da América Latina e Caribe que receberam o selo de nível "mapeamento"

ZURICH AIRPORT BRASIL

Vitoria International Airport
Aeroporto Internacional de Florianópolis Hercílio Luz
Aeroporto de Macaé - Joaquim de Azevedo Mancebo

THE NASSAU AIRPORT DEVELOPMENT COMPANY

Lynden Pindling International Airport

RIO GALEÃO - AEROPORTO INTERNACIONAL TOM JOBIM

Rio de Janeiro/Galeão International Airport

MBJ AIRPORTS LIMITED

Montego Bay Sangster Airport

LIMA AIRPORT PARTNERS

Jorge Chávez International Airport

INFRAERO AEROPORTOS

Santos Dumont Airport

GRUPO AEROPORTUÁRIO DEL PACÍFICO

Guanajuato International Airport
La Paz International Airport
San Jose Del Cabo International Airport
Mexicali International Airport
Morelia International Airport
Manzanillo International Airport

EDEIS GROUP

Saint Martin Grand Case Airport

CURACAO AIRPORT PARTNERS N.V.

Curaçao International Airport

CORPORACIÓN AMÉRICA S.A.

Brasilia International Airport
Natal International Airport

ASUR AIRPORT GROUP

Cancun Airport
Cozumel Airport
Huatulco Airport
Merida Airport
Minatitlan Airport
Oaxaca Airport
Tapachula Airport
Veracruz Airport
Villahermosa Airport

AEROPUERTOS ARGENTINA 2000

Jorge Newbery Airfield Buenos Aires

Últimas