Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Após audiência, suspeito de matar namorada em Vitória segue preso

Matheus Stein está temporariamente preso como principal suspeito de ter matado a facadas a namorada Ana Carolina Kurth. O crime aconteceu...

Folha Vitória

Folha Vitória|Do R7

Folha Vitória
Folha Vitória Folha Vitória

O principal suspeito de matar a jovem Ana Carolina Rocha Kurth, de 24 anos, seguirá preso temporariamente após a audiência de custódia realizada na quinta-feira (18). O estudante de Direito Matheus Stein Pinheiro, também de 24 anos, foi preso após determinação da Polícia Civil.

>> Quer receber nossas notícias 100% gratuitas? Participe da nossa comunidade no WhatsApp ou entre no nosso canal do Telegram!

A prisão do suspeito, que também era namorado da vítima, aconteceu na noite da última quarta-feira (17). 

De acordo com a advogada de defesa do rapaz, Lidiane Lahass, a audiência apontou para a continuação da prisão temporária de Matheus, que segue preso pelo prazo de 30 dias.

Publicidade

Suspeito assumiu autoria de crime

Em entrevista à reportagem do Folha Vitória, a advogada que defende Matheus afirmou que o jovem assumiu a autoria do crime. A confirmação ocorreu na última quinta-feira (17), dois dias após Ana Carolina ter sido assassinada a facadas em um apartamento no Centro de Vitória.

LEIA MAIS:

Publicidade

>> VÍDEO | Jovem suspeito de matar namorada em Vitória foi flagrado fugindo

>> "Quero que ele apodreça na cadeia", diz tia de jovem morta a facadas no Centro de Vitória

Publicidade

Desde o início do caso, segundo a polícia, Matheus era apontado como o principal suspeito de ter cometido o crime.

Ainda na quinta-feira, ele se apresentou à polícia acompanhado da família e de um advogado. No local, o suspeito prestou esclarecimentos e foi liberado após o depoimento

Folha Vitória
Folha Vitória Folha Vitória

"Misógino e machista", diz delegada sobre o perfil do suspeito

Em coletiva realizada na quinta-feira, a delegada Raffaella Aguiar, chefe da Divisão Especializada de Homicídios e Proteção à Mulher (DHPM) afirmou que a polícia vem recebendo denúncias informais de que Matheus Stein já praticava violência com outras mulheres que conviveram com ele.

"É uma pessoa que já tem esse perfil. Ele é machista, ele é possessivo, ele tem o perfil misógino de quem desqualifica a figura da mulher na sociedade. Então a estratégia da defesa em um primeiro momento de que ele estava em surto, para nós, não parece que isso ocorreu", afirmou.

A chefe da DHPM também ressaltou que, apesar do perfil misógino e machista, os relatos de agressividade não estão restritos apenas a alvos femininos.

"Não são apenas as mulheres que relataram já terem sofrido com a agressividade dessa personalidade dele, mas também amigos do seu convívio. Se alguém já sofreu algum tipo de violência por parte dele, que nos procurem formalmente porque isso tudo ajuda a gente a demonstrar a personalidade do autor e depois dar base para o juiz fazer a pena e ele responder à violência que praticou."

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.