Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Armados na lua de mel: suspeito fica preso em SP e mulher é liberada

O casal do ES foi detido pela PRF em Lavrinhas (SP), após serem flagrados transportando um arsenal de pistolas turcas e carregadores...

Folha Vitória|

Folha Vitória
Folha Vitória Folha Vitória

Os dois capixabas detidos em São Paulo, após serem pegos transportando armas turcas, passaram por audiência de custódia. O homem ficará preso em São Paulo e a mulher ganhou liberdade provisória.

>> Quer receber nossas notícias 100% gratuitas? Participe da nossa comunidade no WhatsApp ou entre no nosso canal do Telegram!

O casal foi flagrado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) na BR-116, na cidade paulista de Lavrinhas, na última terça-feira (28), transportando um arsenal de pistolas de origem turca e carregadores. As 17 pistolas 9mm de origem turca e os 34 carregadores foram encontrados dentro do tanque de combustível.

Durante a abordagem, eles demonstraram nervosismo. O casal também disse estar voltando de uma lua de mel em Foz do Iguaçu, no Paraná, e naquele momento, estariam a caminho de Vila Velha. Após uma vistoria, as armas foram encontradas.

Publicidade

De acordo com a PRF, o homem tem 28 anos e é de Vila Velha, já a mulher, de 24 anos, é de Cariacica.

À reportagem do Folha Vitória, o delegado Gustavo Tavares Barbosa de Matos falou sobre a autuação do casal.

Publicidade

"O casal foi autuado em flagrante por este signatário por tráfico internacional de armas, com causa de aumento de pena pelo fato das armas serem de uso restrito, crimes hediondos, segundo a Lei 8.072/90", afirmou.

Ainda segundo o delegado, o homem ficará preso em São Paulo e a mulher ganhou "liberdade provisória mediante cumprimento de medidas cautelares".

"Os dois autuados foram submetidos à audiência de custódia, presidida pelo Juiz Federal da Subseção Judiciária de Guaratinguetá/SP, sendo que o homem teve a prisão em flagrante convertida em preventiva, sendo direcionado para a Penitenciária de Potim/SP, e a mulher ganhou liberdade provisória mediante cumprimento de medidas cautelares."

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.