Folha Vitória Associação Brasileira de Crédito Digital amplia quadro de empresas parceiras

Associação Brasileira de Crédito Digital amplia quadro de empresas parceiras

Agora Eu Pago e M2M Saber integram a lista de companhias que oferecem benefícios para as fintechs associadas à entidade

Folha Vitória

Em processo de expansão, a Associação Brasileira de Crédito Digital anuncia a chegada da Agora Eu pago e da M2M Saber ao quadro de parceiras comerciais da entidade. Por meio da iniciativa, as fintechs de crédito associadas à ABCD têm acesso a descontos e condições especiais na contratação de soluções e serviços das empresas participantes. 

Mensageiro antifraude ativo e receptivo para relacionamento seguro e privado com todo o mercado financeiro, a Agora Eu Pago tem como missão conectar todo o ecossistema por meio de mensagens validadas diretamente dos CPFs dos brasileiros para o CNPJ das empresas. “O que cabe a nós é estabelecer um canal privado e consentido entre a população e o mercado financeiro, pois acreditamos que uma comunicação consentida, privada e segura é fundamental para uma vida financeira saudável”, afirma Edgard Melo, fundador e CEO da empresa. 

Na avaliação de Melo, a comunicação é ponto-chave para quem concede crédito, por isso “é prioritário para a Agora Eu Pago ser parceira da ABCD. Afinal de contas, nascemos para gerar conexão entre o segmento e os consumidores”, completa. 

Especializada em ferramentas e conteúdo de contabilidade e finanças para pessoas físicas e jurídicas, a M2M Saber conta com uma ferramenta de compliance que monitora em tempo real mudanças em normas dos principais reguladores. “Fazemos uma busca automatizada de normativos em diversos normatizadores, filtramos esses documentos de acordo com o perfil de cada instituição e distribuímos essas informações para os interessados”, detalha Eric Barreto, sócio da M2M Saber. 

“Nossos serviços são destinados a instituições altamente reguladas, especialmente àquelas que se diferenciam pela inovação e que, para concorrer com os bancos incumbentes, precisam ter um backoffice eficiente. Nesse sentido, a aproximação com a ABCD, que entende que o mercado de crédito necessita de mais competição, mais inovação e menos complexidade, nos coloca em contato com um grupo de empresas extremamente alinhadas aos nossos objetivos”, finaliza Barreto. 

Na avaliação de Claudia Amira, diretora executiva da ABCD, a ampliação do quadro de parceiros da associação desempenha papel importante para facilitar o acesso das associadas a soluções, produtos e serviços que fortaleçam suas operações. “Nossos acordos visam aperfeiçoar ainda mais os processos das fintechs de crédito.”

Últimas