Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Bebê de 1 mês que morreu em Cariacica tinha recebido alta há 3 dias

A pequena Eduarda, que completaria 35 dias de vida no domingo (12), nasceu prematura e tinha recebido alta do hospital há três dias...

Folha Vitória

Folha Vitória|Do R7

Folha Vitória
Folha Vitória Folha Vitória

A bebê Eduarda, que morreu dentro de casa, no bairro Vista Mar, em Cariacica, completaria 35 dias de vida no último domingo (12). Ela nasceu prematura e havia recebido alta do hospital há três dias. 

>> Quer receber nossas notícias 100% gratuitas? Participe da nossa comunidade no WhatsApp ou entre no nosso canal do Telegram!

A equipe de reportagem da TV Vitória/Record TV esteve na região e conseguiu conversar com o pai da criança, que não será identificado. Ele e a família são de Afonso Cláudio, no interior do Espírito Santo, e relatou que todos estão desolados. 

O pai da bebê contou que a mulher estava com sete meses de gestação quando passou mal, deu entrada no hospital de Afonso Cláudio e o parto foi realizado. Como era prematura, a criança foi transferida para um hospital da Grande Vitória, onde ficou pouco mais de um mês internada. 

Publicidade

Em nota, a Polícia Militar afirmou, a princípio, que "uma mulher relatou que quando acordou, percebeu que seu bebê de 1 mês de vida estava sufocado, acreditando ter rolado sem querer para cima da criança enquanto dormia". O pai, no entanto, contou outra versão. 

"Ela nasceu prematura, recebeu alta e veio para casa. A mulher (esposa) deu mamar a ela por volta de umas 5h, aí meu irmão chegou aqui, eu levantei, tomei café e logo a mulher gritou. Quando olhei, a neném estava esticando a mãozinha, então peguei ela na colo, massageei ela, mas quando virei, o nariz dela estava sangrando. Já tinha ligado para o Samu, eles chegaram, tentaram reanimar, mas não conseguiram", contou ele.

Publicidade

Familiares estiveram no Departamento Médico Legal de Vitória durante a tarde de domingo (12), para fazer a liberação do corpo da recém-nascida. 

A equipe de reportagem procurou a Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) para saber mais detalhes sobre o ocorrido, mas ainda não obteve retorno. A resposta será acrescentada assim que for enviada. 

Com informações do repórter da TV Vitória/Record TV, Lucas Melo. 

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.