Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Brasil: mercado do luxo volta para mira de empresários

Consumidor brasileiro regular prefere alto padrão, mas ainda faltam ofertas, alerta empresário Ti Ferrara

Folha Vitória|

Folha Vitória
Folha Vitória Folha Vitória

O brasileiro já entendeu que o mercado de alto padrão vai bem mais além que uma etiqueta grifada ou ostentação. Do nascimento do luxo até hoje, a maior justificativa para os preços mais altos é a promessa de qualidade e confiança. E de uns anos para cá esse mercado está se fortalecendo no Brasil.

Só para se ter ideia, pesquisa do Mercado e Consumo aponta que em 2022 o segmento cresceu mais de 20% no País e a tendência é de que siga em expansão, mas investidores ainda têm que aumentar a gama de ofertas entendendo o potencial do nicho, como aposta o empresário Ti Ferrara.

“É muito polêmico falar que você consegue ser o mais caro da sua região e ainda assim ser o mais procurado. Mas isso é o contrato que é formado entre cliente e vendedor no mercado de alto padrão. E ele te da essa garantia”, explica ele, que é dono de barbearia, salão de beleza, franquia de bar da Ambev, tem mais duas empresas em estruturação, além de vários infoprodutos à disposição.

E continua: “Normalmente, os comerciantes discordam disto, visto que, naturalmente, os mais baratos têm mais clientes e os mais caros, menos”.

Publicidade

No entanto, a estimativa é um engano, como ele mesmo corrobora: “Só que o que eu tenho mostrado nos últimos anos é que com boa estrutura, marketing direcionado e atendimento exclusivo, você pode, sim, ser o mais procurado e o mais caro”.

Ti ainda adianta que vem experimentando de uma rede de movimento mercadológico desse tipo até em outros ramos.

“Organizei um evento que aconteceu no último dia 19 de março com os maiores empresários da região para palestrar sobre conexões, network, empreendedorismo, marketing digital e comércio. Evento que inicialmente era para apenas 10 inscritos, mas pela alta demanda contou com mais de 75 inscritos e foi vendido por R$ 600 a entrada”, conclui.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.