Folha Vitória Caminhão é furtado em frente à casa do motorista na Serra

Caminhão é furtado em frente à casa do motorista na Serra

O condutor tinha acabado de voltar de uma viagem e deixou o veículo na rua para poder trabalhar no dia seguinte. O caso está sendo...

Folha Vitória
Foto: Reprodução TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Um caminhão foi furtado em frente à casa do motorista no bairro Porto Canoa, na Serra. O condutor tinha acabado de voltar de uma viagem e deixou o veículo na rua para poder trabalhar no dia seguinte.

>> Quer receber nossas notícias 100% gratuitas? Participe da nossa comunidade no WhatsApp ou entre no nosso canal do Telegram!

O veículo pertence a uma empresa de entrega de colchões localizada no bairro Cobilândia, no município de Vila Velha, que presta serviços para todos os estados do Sudeste. 

A orientação do estabelecimento é que, caso haja um atraso nas viagens, que mantenham o caminhão em casa para ser entregue à empresa no dia seguinte. O motorista cumpriu as instruções, mas o veículo acabou sendo furtado. 

Daniel Chaves, dono da empresa, afirma que conseguiu monitorar a localização do veículo até certo ponto, mas o sinal acabou se perdendo. 

"Eu fui acompanhando a identificação, a última localização que o caminhão mandou sinal para a gente e, infelizmente, o caminhão não estava no local. A gente tentou pelo monitoramento da vizinhança, desde a partida quando foi furtado até o último sinal, mas não conseguimos a localização", contou. 

Leia também: Suspeito de roubo morre após confronto com a polícia em Cariacica

Para tentar reaver o caminhão, Daniel registrou o boletim de ocorrência, mas também foi às redes sociais fazer um apelo por ajuda a quem pudesse ajudar a identificar o veículo. Mas após a publicação, passou a ser alvo de golpistas que cobravam resgate para devolver o caminhão. 

"Assim que a gente fez as postagens nas redes sociais, para tentar comunicar ao máximo de pessoas possível, para que a gente tenha alguma informação do furto, eu recebi dezenas de ligações de inúmeras pessoas de DDDs de outros estados, outras localidades, dizendo que estavam em posse do caminhão", disse. 

"Me pediam R$ 20 mil, 40 mil de resgate, chegaram a diminuir até para R$ 1 mil. Eu pedia uma prova de que estavam com o caminhão, mas nunca houve nenhuma", disse. 

A empresa de Daniel é mais uma vítima de uma crescente tendência no Estado. Segundo informações da Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp), nos primeiros dois meses de 2023, 108 veículos foram furtados no Espírito Santo. 

A Polícia Civil informou que o caso segue sob investigação, mas até o momento, nenhum suspeito foi identificado. 

*Com informações do repórter Caio Dias, da TV Vitória/ Record TV

Últimas