Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Cantor Bruno, da dupla com Marrone, pede perdão após transfobia com repórter

Lisa Gomes aguardava o sertanejo para uma entrevista quando ele fez uma declaração sobre a genitália dela

Folha Vitória|Do R7

Folha Vitória
Folha Vitória Folha Vitória

O cantor Bruno, da dupla com Marrone, se envolveu em uma polêmica nesta semana. O sertanejo foi acusado de transfobia após fazer um comentário sobre a genitália de uma repórter antes de uma entrevista.

>> Quer receber nossas notícias 100% gratuitas? Participe da nossa comunidade no WhatsApp ou entre no nosso canal do Telegram!

Lisa Gomes, considerada a primeira repórter transgênero da televisão brasileira, aguardava a chegada da dupla no camarim após um show em São Paulo. Quando chegou, Bruno teria perguntado à ela se ela tinha "pau". Em uma rede social, a jornalista disse que se sentiu invadida ao ter a intimidade exposta.

"Me senti invadida, senti a minha intimidade exposta de uma forma que eu não gostaria que fosse. Então, tudo isso me fez muito mal, tudo isso me fez voltar a um lugar que eu não gostaria", afirmou.

Publicidade

Lisa afirmou ainda que se sentiu desrespeitada pelo cantor e que não gostaria que outras pessoas passasse pelo o que ela passou. 

"Quando vem de um artista tão consagrado e querido do público, porque como cantor eu acho ele sensacional, tem uma voz incrível, mas no mais não tem o que falar. Eu me senti desrespeitada por você, sim, Bruno. Eu não gostaria que você sentisse isso também porque é muito ruim", complementou.

Publicidade

LEIA TAMBÉM: Maite Perroni anuncia nascimento da 1ª filha, Lía: "Maior benção"

Também pelas redes sociais, o cantor pediu desculpas à repórter. O sertanejo disse que foi infantil no comentário.

Publicidade

“Estou aqui pra pedir desculpas para a Lisa Gomes pelo que eu perguntei pra ela. Fui totalmente infantil, totalmente inconsequente e quero pedir desculpa. Acho que não tem como voltar no tempo, e é pedir perdão pra ela, tá? Perdão, Lisa Gomes”, declarou.

Combate à LGBTfobia

O caso veio à tona na semana que marca o Dia Internacional da Luta Contra a LGBTfobia, celebrado nesta quarta-feira (17). Diversos famosos se pronunciaram sobre a declaração do cantor na publicação de Lisa nas redes sociais.

Nany People se solidarizou com a repórter e contou que já passou por situações semelhantes ao longo da via. "Foi passando por situações absurdas e inesperadas como a que você passou que me fiz forte para sobreviver aos ataques da vida por ignorância e torpeza de pessoas SIS e LGBTS".

Geisy Arruda reafirmou que Lisa é, sim, uma mulher "linda, forte e poderosa", além de ser querida por todos do meio artístico. O sertanejo Eduardo Costa escreveu: "Você é gigante". A cantora Pablo Vittar também se solidarizou.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.