Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Comércio do ES é destaque e cresce acima da média nacional

De acordo com análise da Fecomércio-ES, a recuperação em março foi importante e representou o retorno das vendas ao patamar do início...

Folha Vitória|

Folha Vitória
Folha Vitória Folha Vitória

De acordo com dados da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), o Espírito Santo registrou um resultado positivo das vendas de comércio para o mês de março, alcançando o primeiro lugar entre os outros estados avaliados. 

As informações registradas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e analisadas pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Espírito Santo (Fecomércio-ES) mostram uma alta de 5,7% no último mês. 

>> Quer receber nossas notícias 100% gratuitas? Participe da nossa comunidade no WhatsApp ou entre no nosso canal do Telegram!

Contribuições de diversos segmentos

Os segmentos que mais contribuíram para a alta foram livros, jornais, revistas e papelaria (+30,3%); equipamentos e materiais para escritório (+10,3%); combustíveis e lubrificantes (+9,8%); hipermercados e supermercados (+7,9%); móveis e eletrodomésticos (+2,6%); e artigos farmacêuticos (+1,6%). 

Publicidade

Apenas dois setores do comércio restrito registraram desaceleração no período: outros artigos de uso pessoal e doméstico (-11,3%); e tecidos, vestuário e calçados (-6,5%).

A pesquisa também apontou os resultados do comércio ampliado – que inclui os setores de veículos e materiais de construção -, com o Espírito Santo registrando alta de 1,2% em março. 

Publicidade

Os setores que fazem parte do comércio ampliado seguiram a trajetória de crescimento, com alta de 23,5% nos materiais de construção; 17,6% nos veículos, motocicletas e suas partes; e de 12,4% nos atacados especializados em alimentícios, bebidas e fumo.

Recuperação marca o retorno da economia

De acordo com a análise da Fecomércio-ES, a recuperação em março foi importante e representou o retorno das vendas ao patamar do início do ano. 

Publicidade

Com os resultados de março, o primeiro trimestre de 2023 acumulou crescimento nas vendas de 4,8% no comércio restrito e de 9,9% no ampliado em relação ao mesmo período do ano passado. 

A Federação aponta, ainda, que a expectativa para os próximos meses é que as vendas do comércio se mantenham avançando, devido à trégua da inflação e aos pagamentos de auxílios de renda.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.