Folha Vitória Consórcio é opção para investir em equipamentos e maquinários agrícolas

Consórcio é opção para investir em equipamentos e maquinários agrícolas

A modalidade visa disponibilizar crédito, sem a incidência de juros, para a aquisição de bens e serviços

Folha Vitória
Foto: Divulgação/DINO

Considerado um dos motores da economia brasileira, o agronegócio deve voltar a crescer em 2023. O Instituto Brasileiro de Economia, da Fundação Getúlio Vargas (FGV/Ibre) , calcula que o PIB do setor avançará 8% neste ano. Caso confirmado, esse será o maior crescimento desde 2017, quando registrou alta de 14,2%. Com uma previsão positiva para 2023, o mercado de consórcios de máquinas e implementos agrícolas também espera bons números. Segundo dados divulgados pela Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (ABAC), a venda de novas cotas para a modalidade de veículos pesados - que engloba caminhões, tratores e implementos agrícolas e rodoviários - registrou alta de 7,5% em janeiro, na comparação com o mesmo período do ano anterior.

Pequenos e grandes produtores podem utilizar o produto para adquirir máquinas mais modernas para a sua propriedade ou para os seus negócios, de acordo com as necessidades dos seus processos de produção. "Cada etapa da atividade exige, por exemplo, um veículo diferente, como tratores, colheitadeiras, semeadores e outros. Então, o consorciado pode avaliar e estudar as possibilidades e escolher a melhor opção", afirma José Climério Silva Souza, Diretor Executivo do Consórcio Nacional Bancorbrás. "Ele inclusive pode decidir se é melhor renovar todo o maquinário ou apenas um dos elementos", completa.

O dirigente aponta que com o consórcio, o cliente pode se organizar financeiramente para adquirir os equipamentos à vista. "É uma forma de evitar um grande impacto no fluxo de caixa do negócio", comenta. "Além disso, o afasta das altas taxas de juros, visto que a modalidade funciona como uma poupança, com o valor do crédito sendo atualizado regularmente de acordo com a base referencial pré-estabelecida".

O consórcio é uma modalidade de investimento que visa disponibilizar crédito para a aquisição de bens e serviços, sem a incidência de juros. Por meio de uma administradora, os interessados se organizam em um grupo, que receberá quantias mensais de todos os integrantes, durante um período previamente estabelecido, para a criação de uma poupança conjunta. Durante esse tempo, os clientes podem ser contemplados por sorteio ou mediante oferta de lances livres e fixos, podendo ainda embutir parte do valor ofertado na carta de crédito. A prestação no consórcio é constituída pelo fundo comum - valor pago pelo consorciado para formar a poupança que será destinada para a compra do bem -, pela taxa de administração e por um fundo de reserva.

Últimas