Folha Vitória Demanda por segurança cibernética para 5G impulsiona negócios da SecurityGen

Demanda por segurança cibernética para 5G impulsiona negócios da SecurityGen

Especialista em segurança de telecomunicações aumenta a base de clientes para 40 operadoras em mais de 20 países e fortalece presença...

Folha Vitória

A SecurityGen, fornecedora premiada de soluções e serviços de segurança para o setor de telecomunicações, encerrou o primeiro trimestre de 2023 com um total de 40 operadoras clientes em mais de 20 países, além do estabelecimento de novas equipes nas Américas, Sudeste Asiático e Oriente Médio e África.

Na visão do cofundador e CEO da empresa, Amit Nath, o crescimento contínuo das redes 5G em todo o mundo figura como o principal fator para o aumento da demanda pelas soluções e serviços da SecurityGen. De acordo com dados da GSMA Intelligence, as conexões 5G globais devem dobrar nos próximos dois anos, aceleradas por inovações tecnológicas e novas implantações de rede 5G em mais de 30 países somente em 2023.

“Nossas soluções de segurança cibernética agora protegem redes móveis que atendem a mais de 700 milhões de assinantes em todo o mundo. Durante o ano passado, apoiados por um sólido impulso de vendas e um crescimento de 50% em relação ao ano anterior, expandimos nossa presença com novas equipes no Oriente Médio, Sudeste Asiático e Américas", relata o executivo.

Nath atribui o sucesso da SecurityGen ao impacto de seu principal produto, o ACE, a primeira plataforma de simulação de ataque e violação totalmente automatizada desenvolvida especificamente para proteger redes móveis.

“À medida que os mundos das telecomunicações e TI convergem, as operadoras estão mais conscientes do que nunca do aumento do risco de ataque cibernético”, explicou. “As operadoras agora são alvos de alto valor para hackers, e nossa experiência e pesquisa mostram que as medidas manuais de segurança não são mais adequadas para o propósito contra ameaças novas e emergentes que vêm com a complexidade extra do 5G", explica.

De acordo com Nath, outro fator que contribuiu para a expansão da SecurityGen no primeiro trimestre foi o advento de regras de conformidade de proteção ao cliente mais rigorosas, além da atual escassez de habilidades de segurança no setor de telecomunicações. “Tudo isso aumentou a demanda entre as operadoras por soluções de segurança automatizadas eficazes e fáceis de usar”, conclui. 

Últimas