Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Notícias R7 – Brasil, mundo, saúde, política, empregos e mais
Publicidade

Dieta mediterrânea pode reduzir o risco de demência; saiba por quê

Pesquisa levou em conta 60 mil homens e mulheres entre 40 e 69 anos. Veja lista de alimentos e receitas de café da manhã mediterrâneo...

Folha Vitória

Folha Vitória|Do R7

Folha Vitória
Folha Vitória Folha Vitória

Rica em frutas, verduras, oleaginosas, cereais e frutos do mar, a dieta mediterrânea pode reduzir o risco de desenvolver demência em até 23%. O estudo foi realizado por pesquisadores do Reino Unido. 

O problema é grave e progressivo. Afeta a memória, o raciocínio e a linguagem, interferindo nas atividades diárias. 

> Quer receber nossas notícias 100% gratuitas pelo WhatsApp? Clique aqui e participe do nosso grupo de Saúde!

Segundo o médico e nutrólogo Tasso Carvalho, essa relação entre a alimentação e o cérebro já era conhecida. 

Publicidade

"A alimentação é um fator fundamental para nossa saúde e qualidade de vida, sendo peça basilar do tratamento e prevenção de uma infinidade de doenças, como obesidade, diabetes, hipertensão, depressão, câncer e até demências", explica.

O que diz o estudo

Publicado pela revista científica BMC Medicine, o artigo “Mediterranean diet adherence is associated with lower dementia risk, independent of genetic predisposition” levou em conta dados de mais de 60 mil homens e mulheres com idades entre 40 e 69 anos.

Publicidade

Essas informações foram coletadas ao longo de quase 10 anos. Foram levadas em conta a dieta de cada indivíduo e a semelhança (ou não) com a dieta mediterrânea, além da questão genética dos voluntários. 

A conclusão chama a atenção: aqueles que tinham uma adesão moderada à dieta mediterrânea apresentaram um risco 23% menor do risco de demência em relação ao grupo de baixa adesão.

Publicidade

"Esses resultados reforçam a importância da alimentação no processo de prevenção do desenvolvimento de demências, independente de predisposições genéticas do paciente", destaca Tasso.

Lista de alimentos da dieta mediterrânea

- Azeite de oliva;

- Nozes, sementes de abóbora, girassol e amêndoas;

- Abacate;

- Lentilha, feijões e ervilha;

- Laticínios com moderação;

- Cereais integrais.

Alguns alimentos devem ser evitados: embutidos, industrializados, carnes processadas, gordura trans, óleos, açúcares e grãos refinados, frituras e fast food.

Como preparar um café da manhã mediterrâneo

É possível começar o dia incluindo alimentos da dieta mediterrânea no desjejum. É importante lembrar que a refeição deve sempre ser balanceada e composta de frutas, vegetais, cereais integrais e óleos saudáveis. Veja duas opções:

1. Iogurte mediterrâneo

- 1 colher de sopa de granola;

- 1 colher de sobremesa de mel;

- 1 pote de 250 gramas de iogurte cremoso;

- 1 colher de sopa de linhaça; 

- 1 xícara de morangos picados.

Modo de preparo:

Coloque o iogurte em uma tigela. Misture a linhaça. Cubra com os morangos e o mel. Coloque a granola por cima. Sirva em seguida.

2. Torrada com ovo e abacate

- 1 fatia de pão integral;

- 1 abacate (ou avocado) pequeno;

- 1 ovo;

- Suco de 1 limão;

- 2 colheres de sopa de azeite;

- 1/2 tomate;

- Coentro.

Modo de preparo:

Em uma tigela amasse o abacate, crescente sal a gosto, o tomate picado e o suco de 1 limão. Torre a fatia de pão integral. Cozinhe o ovo e corte em rodelas. Se preferir, pode fazer o ovo na versão com a gema mole. 

Passe a pasta de abacate na torrada, coloque o ovo em cima e salpique o coentro. Está pronta para servir.

LEIA TAMBÉM: Preço de medicamentos deve subir 5,6% a partir de abril

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.