Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Dono de supermercado é atacado a tiros por ladrões na BR-101

Ao todo, foram disparados nove tiros durante a perseguição. O caso aconteceu na manhã dessa segunda-feira (4), na altura do km 311,...

Folha Vitória|

Folha Vitória
Folha Vitória Folha Vitória

Um dono de supermercado em Guarapari quase se tornou vítima de latrocínio após uma abordagem suspeita nesta segunda-feira (6), por volta das 4h50, na BR-101, Km 311, em Viana. Os criminosos armados atiraram mais de 9 vezes contra o homem, que conseguiu fugir e pedir ajuda da Polícia Rodoviária Federal (PRF). 

Segundo informações fornecidas pelos agentes, o empresário teria saído no horário da madrugada de Guarapari com o caminhão, a fim de chegar à Central de Abastecimento (Ceasa-ES). 

Quer receber nossas notícias de entretenimento 100% gratuitas? Participe do nosso grupo de notícias no WhatsApp ou entre no nosso canal do Telegram!

No entanto, na altura do km 311 da BR-101, ele reduziu a velocidade para passar por um trecho interditado por obras. Os criminosos, então, se aproveitaram da oportunidade para abordá-lo.

"O veículo ultrapassou a vítima, abriram o porta-malas e tentaram assaltar o caminhão. Estavam um motorista, um passageiro e para dar o efeito surpresa, havia um indivíduo armado dentro do porta-malas pedindo que o caminhão encostasse. O motorista não obedeceu às ordens e então eles começaram a disparar contra ele", contou o agente da Polícia Rodoviária Federal, Marcel Haase.

Ainda de acordo com os oficiais, os suspeitos estariam em um veículo prata. Ao todo, foram efetuados mais de 9 disparos contra a vítima. 

Fuga em alta velocidade para salvar a própria vida

Em relato, o empresário contou à polícia que saiu em alta velocidade, quebrou cones, bateu na traseira do carro dos criminosos, passou por um radar acima do limite de velocidade e precisou jogar o caminhão na contramão. Segundo ele, fez tudo isso para salvar a própria vida, enquanto os crimonosos vinham no veículo atr´ás, atirando. 

Após o susto, a vítima conseguiu parar em um posto da PRF, no km 304. O empresário estava muito nervoso e precisou ser acalmado pelos agentes. 

Logo em seguida, os policiais orientaram que o motorista registrasse o crime em uma delegacia. No entanto, o empresário contou que precisava atender ao compromisso na Ceasa primeiro. 

A equipe da TV Vitória / Record TV tentou entrar em contato com a vítima para saber se o boletim foi registrado, mas não foi possível conversar com o empresário.

A PRF realizou buscas pelos suspeitos, mas até o momento ninguém foi detido. "As buscas foram feitas mas não foi possível encontrar nada. Ainda estamos trabalhando para encontrar os criminosos", disse o agente. 

*Com informações da repórter da TV Vitória / Record TV, Suellen Araújo

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.