E-commerce otimiza negócios do Grupo Utam

No último ano, a indústria cafeeira teve um crescimento superior a 100% na comercialização pela internet

Folha Vitória
Foto: Divulgação/DINO

Alinhado às modernas tendências do mercado voltadas para potencialização de vendas, o Grupo Utam investiu numa nova plataforma on-line em 2020, visando melhorar a experiência de compra virtual de seus clientes. A estratégia foi bem-sucedida e trouxe números de avanço significativo em curto espaço de tempo. A operação gerou crescimento de 510% no primeiro ano apurado (2021) e de 132% em 2022 na comparação com o faturamento de 2021.

O grupo mirou o e-commerce desde 2013, mas a partir de 2020 apostou numa nova plataforma e em estratégias de divulgação, quintuplicando as vendas em 2021. “Depois disso, o resultado de 2022 mais que dobrou o faturamento na comparação com o crescimento de 2021”, conta Fabiana Aprile De Freitas Silveira, gerente de marketing do grupo. Segundo ela, investir em ações para divulgação e crescimento da marca no mercado on-line tem sido uma prioridade para alavancar vendas.

Os resultados impulsionaram o desenvolvimento do e-commerce visando mais um canal de acesso: o B2B (sigla em inglês para o termo business-to-business), ou seja, a interação comercial em que o cliente final é outra empresa, e não o consumidor pessoa física.
Em pouco tempo de implementação do B2B, a direção da empresa detectou sinais de maior interesse dos clientes-empresas, o que, tem incentivado a busca contínua neste segmento.

Após dez anos desta experiência consolidada, o B2C (business-to-consumer - empresa para o consumidor) ainda domina as pontuações de vendas do grupo pela internet. Mas a direção da empresa acredita que o recente lançamento do canal B2B fará com que haja uma paridade em ambos segmentos. “Do total dos nossos seis mil clientes ativos no e-commerce, mais de 95% são B2C. Por isso, a meta é manter a fidelidade no B2C e expandir a carteira no B2B”, salienta a gerente de marketing da Utam.

Benefícios do B2B
Além da ampla facilidade para a compra dos produtos, que pode ser feita por smartphone, 24 horas por dia, incluindo sábados, domingos e feriados, a implementação do B2B - com toda diversidade dos produtos da Utam -, tirou de cena as barreiras geográficas e as empresas consumidoras passaram a fechar negócios a partir de qualquer lugar do Brasil, tal como consumidores finais, podendo aproveitar descontos, promoções e novidades da indústria.

Para 2023, a Utam planeja crescer 100% acima do faturamento alcançado em 2022 no patamar das vendas on-line e, para atingir essa performance, está sustentando a plataforma B2B por meio de campanhas específicas que mostram todas as vantagens deste canal de vendas e, consequentemente, atraem novos cadastros.

Performance por regiões
As regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste concentram o maior volume de vendas on-line da empresa – sendo 73% no Sudeste, 14,1% no Sul e 6,3% no Centro-Oeste. As regiões Norte e Nordeste respondem por 1,2% e 4,5%, respectivamente. Fabiana Aprile De Freitas Silveira afirma que todos os produtos da marca têm grande receptividade pelos consumidores virtuais, que se demonstram ávidos por novidades e lançamentos, como linhas premium de cafés e métodos especiais de preparo. O Grupo também faz altos investimentos para que os internautas tenham a melhor experiência de compra, usufruindo da facilidade de navegação, rapidez nas entregas, descontos e promoções, entre outras ações.

Últimas