Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Notícias R7 – Brasil, mundo, saúde, política, empregos e mais
Publicidade

Feira comemorativa ao Dia Mundial do Diabetes será realizada no centro do Rio

Comemoração do Dia Mundial do Diabetes acontecerá na quarta-feira, 23 de novembro, no IED - Instituto Estadual de Diabetes e Endocrinologia, no centro do Rio de Janeiro

Folha Vitória

Folha Vitória|Do R7

Em razão do Novembro Azul, mês dedicado à conscientização sobre o Diabetes, o Instituto Estadual de Diabetes e Endocrinologia Luis Capriglione (IEDE), realiza, no dia 23 de novembro, das 8h às 12h, ações gratuitas de atendimento ao público com o objetivo de conscientizar a população sobre os riscos da doença. No local, profissionais da saúde estarão disponíveis para dar orientações e atender pacientes nas áreas de endocrinologia, nutrição, oftalmologia e odontologia. 

A iniciativa faz parte da Campanha Novembro Diabetes Azul e do Dia Mundial do Diabetes (14/11). O tema central, escolhido globalmente pela Federação Internacional de Diabetes (IDF), é “Educação para proteger o amanhã” e tem como objetivo enfatizar a necessidade de melhor acesso à educação de qualidade em diabetes, tanto para pacientes como para profissionais de saúde. Segundo a entidade, mesmo com o número alarmante e crescente de casos, quase metade dos pacientes não é sequer diagnosticada. 

“Um dia e um mês podem parecer pouco diante dos números epidêmicos dessa doença, porém quando repetidos todos os anos em conjunto com todos os países do mundo, e chamando a atenção de toda a mídia, pode proporcionar um alcance muito maior de pessoas, pode-se cobrar mais dos governos para implementação de políticas públicas e aumentar a saúde para as pessoas com diabetes”, destaca a endocrinologista Rosane Kupfer, chefe do Serviço de Diabetes do IEDE, que coordena a ação. 

Serão ao todo cinco tendas de atendimento. Na primeira será realizado o cadastro dos pacientes e os profissionais passarão orientações sobre prevenção, diagnóstico clínico e laboratorial do diabetes e conscientização sobre a importância do autocuidado. Na tenda 2 serão realizadas medidas antropométricas, como peso, altura, circunferência abdominal, além de orientações sobre a importância da nutrição e do exercício físico no tratamento da doença. 

Publicidade

A tenda 3 será dedicada aos testes de glicemia capilar, que oferece resultado imediato sobre a concentração de glicose no organismo e pode ajudar a identificar a presença do diabetes. Já a tenda 4 contará com avaliação de pé diabético, com avaliação dos pés para pacientes já diagnosticados e orientações sobre os cuidados para prevenção de lesões e amputações. A tenda 5 será voltada para atendimentos na área da saúde bucal, já que gengivite e a periodontite, estágio mais avançado da inflamação na gengiva, inclusive com perdas ósseas, são os problemas comuns entre os pacientes com diabetes.

O Brasil ocupa a sexta colocação no ranking mundial da incidência do diabetes; o primeiro na América Latina. São 15,7 milhões de adultos com a condição, e a estimativa é que, até 2045, a doença alcance 23,2 milhões no país. De acordo com a IDF, apenas nas Américas do Sul e Central são 32 milhões de adultos convivendo com o diabetes, podendo chegar à 49 milhões em 2045. Ainda de acordo com a entidade, a doença causou mais de 410 mil mortes em 2021. 

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.