Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Gripe aviária: ES registra 91 notificações; saiba evitar a doença

Segundo a secretaria de Estado da Saúde, 85 casos foram descartados. Até agora, 4 sintomáticos seguem em investigação e dois assintomáticos...

Folha Vitória|

Folha Vitória
Folha Vitória Folha Vitória

O Espírito Santo segue com quatro casos suspeitos de gripe aviária em humanos em investigação. Outros dois, assintomáticos, estão sendo monitorados. Até o momento, O Estado registrou 91 notificações da doença. Desses, 85 foram descartados. Nenhum caso positivo.

As informações foram divulgadas no início da tarde desta quinta-feira (27) pela secretaria de Estado da Saúde (Sesa), por meio do Centro de Informações Estratégicas e Respostas em Vigilância em Saúde (CIEVS/ES). Os dados correspondem a Semana Epidemiológica 21, período de 21/05/2023 a 27/05/2023.

>> Entre no grupo do Folha Vitória no WhatsApp e receba notícias gratuitas sobre Saúde. Participe também do nosso canal no Telegram!

Os primeiros casos de gripe aviária no Brasil em animais silvestres foram registrados no Espírito Santo. O anúncio foi feito pelo Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) na tarde do último dia 15. O resultado positivo foi confirmado em duas aves silvestres que habitam o litoral capixaba. 

Continua após a publicidade

A influenza aviária (H5N1), é uma doença de distribuição mundial, com ciclos pandêmicos ao longo dos anos, segundo o Ministério da Saúde. A maioria das aves silvestres, principalmente as aquáticas são reservatórios da doença, de maneira geral não adoecem, mas disseminam o vírus.

Sintomas da gripe aviária

É importante destacar que os sintomas da gripe aviária em humanos podem ser semelhantes aos de uma gripe comum, porém tendem a ser mais graves. Eles incluem:

Continua após a publicidade

- Febre alta (acima de 38 graus Celsius);

- Tosse (geralmente seca);

Continua após a publicidade

- Dor de garganta;

- Dificuldade para respirar ou falta de ar;

- Dores musculares ou corporais;

- Fadiga ou fraqueza;

- Dor de cabeça;

- Conjuntivite;

- Problemas gastrointestinais, como náusea, vômito e diarreia, também podem ocorrer, embora sejam menos comuns.

Como evitar a doença?

Entre algumas medidas que podem ser tomadas para ajudar a evitar a propagação do vírus são:

1. Evite contato direto com aves: principalmente para aqueles que trabalham com aves, como avicultores. Se o contato com aves não pode ser evitado, medidas de proteção pessoal, como o uso de equipamentos de proteção individual (EPI), devem ser implementadas.

2. Pratique a higiene pessoal: lave as mãos e cuidadosamente com água e sabão, especialmente depois de estar em contato com aves ou em um ambiente avícola. Evite tocar a boca, nariz ou olhos com as mãos não lavadas.

3. Cozinhe bem os alimentos: cozinhe completamente todas as aves e ovos. O vírus da gripe aviária é sensível ao calor e é destruído por temperaturas de cozimento (70°C no centro do produto).

4. Evite o contato com superfícies contaminadas: o vírus pode sobreviver em superfícies, especialmente quando são frias e úmidas. Limpe e desinfete regularmente as superfícies, especialmente em áreas onde aves são mantidas.

5. Procure atendimento médico imediatamente se tiver sintomas: se você desenvolver sintomas de gripe e teve contato com aves ou esteve em uma área onde a gripe aviária foi identificada, procure atendimento médico imediatamente.

LEIA TAMBÉM: Conheça os 5 tipos de TPM e saiba o que fazer para aliviar sintomas

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.