Folha Vitória Jovem morre após fugir de abordagem policial em Vila Velha

Jovem morre após fugir de abordagem policial em Vila Velha

Os policiais disseram que tentaram abordar o jovem porque não usava capacete. Ele teria trocado tiros com a polícia e acabou baleado. A família da vítima contesta a versão

Folha Vitória
Foto: Reprodução/Acervo Pessoal
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória
Lorran Gomes Bonfim, de 20 anos 

Um jovem de 20 anos morreu após fugir de uma abordagem policial no bairro Balneário de Ponta da Fruta, em Vila Velha, na noite deste domingo (27). Lorran Gomes Bonfim e o irmão estavam em uma moto quando foram abordados pelos policiais que realizavam o patrulhamento de rotina pelo bairro.

>> Quer receber nossas notícias 100% gratuitas pelo WhatsApp? Clique aqui e participe do nosso grupo de notícias!

Os policiais militares disseram que tentaram abordar os dois porque um dos jovens, que estava na garupa, não usava capacete. Segundo eles, os dois aceleraram, entraram em uma rua e abandonaram a moto. 

Ainda segundo a versão da polícia, os jovens foram para um matagal. Neste momento, os dois teriam atirado contra os policiais, que revidaram e acabaram atingindo Lorran.

LEIA TAMBÉM: Homem passa por cirurgia após ser baleado em bar de Vila Velha

Ao lado dele foram encontradas uma arma e diversas munições. O outro rapaz fugiu do local. O rapaz chegou a receber atendimento médico, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital.

A polícia informou ainda que a moto em que os dois estavam tinha restrição por furto e estava com a placa clonada. Ela foi apreendida e encaminhada para o pátio credenciado do Detran na Serra.

Família contesta versão da polícia

Em entrevista à TV Vitória/Record TV, o avô dos jovens contestou a versão dos policiais. De acordo com ele, o neto não tinha nenhum envolvimento com o crime ou com drogas.

Ele acredita que os jovens fugiram dos policiais por terem comprado a moto sem documentos. Ainda segundo o avô, nem Lorran, que trabalhava como lavador de carros, e nem o irmão tinham qualquer arma.

LEIA TAMBÉM: Bombeiro e filha morrem em acidente na BR-101, em Guarapari

Em nota, a Polícia Civil informou que o caso foi registrado como homicídio em confronto com agente do Estado e seguirá sob investigação do Serviço de Investigações Especiais (SIE). 

A arma e as munições foram apreendidas e serão encaminhadas para o setor do Departamento de Criminalística - Balística. O corpo de Lorran foi encaminhado para o Departamento Médico Legal.

*Com informações da repórter Rafaela Freitas, da TV Vitória/Record TV.

Últimas