Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Notícias R7 – Brasil, mundo, saúde, política, empregos e mais
Publicidade

Moradores têm dificuldade de acessar serviços de em favelas, diz pesquisa

O dado preciso pontua que 45% dos entrevistados têm dificuldade para chegar à unidade básica de saúde, demorando, em média, uma hora...

Folha Vitória

Folha Vitória|Do R7

Folha Vitória
Folha Vitória Folha Vitória

Uma pesquisa realizada em todo país pela Datafavela e pelo Instituto Locomotiva revelou que quase metade da população de áreas periféricas tem dificuldade para se deslocar a um posto de saúde, além de apresentar outros problemas para acessar os serviços oferecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

O dado preciso pontua que 45% dos entrevistados têm dificuldade para chegar à unidade básica de saúde, demorando, em média, uma hora no trajeto.

O estudo também apontou que 85% dos entrevistados afirmaram que se tivessem melhores condições financeiras poderiam cuidar melhor da saúde.

A pesquisa ouviu 2.963 pessoas, na maioria pretas, das classes D e E, de todas as regiões do país, entre os dias 18 de janeiro e 1º de fevereiro deste ano.

Publicidade

Situação na Grande Vitória

À reportagem da TV Vitória, o aposentado Manoel Benedito Cardoso afirmou que para caminhar precisa sempre do apoio e da irmã Maria Júlia. Eles moram no alto do Morro Jaburu, em Vitória. Alguns anos atrás, o aposentado apresentou uma série de problemas de saúde, entre eles: pressão alta, complicações renais, dores nas articulações e diabetes.

>> Quer receber nossas notícias 100% gratuitas? Participe da nossa comunidade no WhatsApp ou entre no nosso canal do Telegram!

Publicidade

Manoel, que tem 64 anos, faz tratamento de hemodiálise e cada sessão dura quatro horas, sendo realizadas três vezes por semana. Quando ele passa mal, precisa se deslocar para o posto de saúde de um bairro vizinho. “Me sinto abandonado pelo poder público”, disse.

Maria Júlia, irmã do aposentado, afirmou que, se existisse uma unidade de saúde no bairro, a situação seria bem diferente e que isso facilitaria nos momentos em que é necessário levar Manoel para realizar consultas e exames.

Publicidade

O outro lado

Questionadas pela TV Vitória, as prefeituras da Grande Vitória afirmam que investem para atender melhor a população. 

A prefeitura da Capital não cita especificamente a situação registrada no bairro Jaburu, mas que mais de 2.200 profissionais foram nomeados para trabalhar.

O município de Cariacica informou que 30 unidades de saúde atendem as 14 regiões da cidade.

Vila Velha informou que conta com 21 unidades e que vai construir mais sete.

A Prefeitura da Serra não respondeu até o fechamento da reportagem.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.