Folha Vitória Morre homem que tomou veneno após matar a esposa a facadas em Domingos Martins

Morre homem que tomou veneno após matar a esposa a facadas em Domingos Martins

Após assassinar a mulher, segundo a polícia, o homem fugiu e ingeriu veneno. Ele chegou a ser detido e levado para um hospital, mas não resistiu

Folha Vitória
Foto: Domingos Martins ES/Instagram
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O homem que matou a esposa e ingeriu veneno após o crime não resistiu e morreu. A informação foi confirmada pela Polícia Militar de Domingos Martins à reportagem da TV Vitória/Record TV no fim da manhã desta segunda-feira (29).

Na noite deste domingo (28), segundo a polícia, o homem teria assassinado a esposa a facadas dentro de casa. A residência fica às margens do Rio Jucu, a cerca de 5 quilômetro do centro do município. 

> Quer receber nossas notícias 100% gratuitas no celular? Clique aqui e participe do nosso grupo de notícias!

Testemunhas contaram que, na casa, morava o casal e a filha do suspeito, uma adolescente 15 anos. Elas disseram ainda que não ouviram nenhum barulho de briga ou confusão.

As testemunhas relataram apenas que viram quando a adolescente saiu de casa pedindo ajuda. Ela dizia, segundo as testemunhas, que o pai havia esfaqueado a madrasta. Quando os vizinhos chegaram na casa, a mulher já estava morta.

LEIA TAMBÉM: Policial penal é detido após atirar durante festa em condomínio de Viana

O suspeito, de acordo com a polícia, fugiu em um carro. A partir de informações recebidas no local do crime, a Polícia Militar deu início às buscas para tentar localizá-lo.

O veículo foi encontrado na entrada da cidade. Quando os militares se aproximaram para fazer a abordagem, viram que o homem aparentava estar sonolento. Ele afirmou à polícia que havia matado a companheira e que, logo em seguida, ingeriu veneno para tirar a própria vida.

LEIA TAMBÉM: Mais de 3 mil pedras de crack são apreendidas em Vitória

O suspeito foi detido e encaminhado para um hospital de Domingos Martins, onde recebeu cuidados médicos. Ele não resistiu e morreu no hospital. A perícia da Polícia Civil foi acionada e o corpo será encaminhado ao Serviço Médico Legal de Cachoeiro de Itapemirim.

De acordo com a Polícia Civil, um inquérito foi instaurado para apurar as circunstâncias do crime. Os familiares do homem já foram ouvidos.

A investigação busca apurar como era a convivência do casal, que estava junto há um mês, bem como a motivação do assassinato. 

*Com informações da TV Vitória/Record TV.

Últimas