Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Mulher invade pronto atendimento armada com canivete e esfaqueia casal em Vitória

De acordo com a polícia, a agressora seria amante do homem. Ela conseguiu ter acesso ao PA depois de fingir ter sofrido violência doméstica...

Folha Vitória|

Folha Vitória
Folha Vitória Folha Vitória

Uma mulher, de 20 anos, invadiu o Pronto Atendimento e esfaqueou um casal na noite deste domingo (16), no bairro São Pedro, em Vitória. De acordo com a polícia, a agressora seria amante do homem.

>> Quer receber nossas notícias 100% gratuitas? Participe da nossa comunidade no WhatsApp ou entre no nosso canal do Telegram!

A história toda começou quando a suspeita se passou por paciente e conseguiu ter acesso ao PA, onde o casal estava. Ainda segundo a Polícia Militar, a jovem alegou ser vítima de violência doméstica para conseguir acesso e tirar satisfações com o homem.

Quando a suspeita chegou onde o casal estava, ela "percebeu" que o agressor estava dentro da unidade e chamou a polícia. Os militares estiveram no local, mas não teriam feito nada. Nesse momento, saiu do local dizendo que ela mesma resolveria o problema. 

Publicidade

Os funcionários do PA disseram que a mulher foi em casa para pegar um canivete. Pouco depois, ela retornou com o objeto e, mais uma vez, conseguiu entrar próximo à sala de medicação. A suspeita procurou pela vítima que estava junto com a companheira.

Nesse momento, as agressões começaram. A mulher agrediu, com golpes de canivete, as costas e na cabeça do homem e o ombro da mulher que estava com ele. Depois de agredir o casal, a suspeita deixou o objeto e fugiu.

Publicidade

A companheira da vítima confirmou que a mulher era amante do homem e que fingiu ser uma paciente para ter acesso ao PA e cometer o crime. 

O casal agredido foi transferido para um hospital de Vitória. Segundo testemunhas, os dois estão bem. A mulher apontada como amante não foi localizada até o momento.

Publicidade

Leia também: Músico é morto por PM após discussão em condomínio de Jardim Camburi

A equipe de reportagem da TV Vitória/Record TV tentou o contato das vítimas e da suspeita, mas os funcionários da unidade de saúde não foram autorizados a informar. O canivete foi entregue na Delegacia Regional do município.

A Polícia Civil informou que o caso segue sob investigação da Polícia Civil e outras informações não serão divulgadas, no momento, para não atrapalhar as investigações. 

*Com informações da repórter Nathália Munhão, da TV Vitória/Record TV.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.