Folha Vitória Mulher trans é morta a facadas durante discussão em Pancas

Mulher trans é morta a facadas durante discussão em Pancas

Segundo a PM, a vítima estaria protegendo outra mulher de ser agredida pelo ex-marido durante uma discussão

Folha Vitória
Foto: Gabriela Vasconcellos | Folha Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Uma mulher trans de 41 anos foi morta a facadas no município de Pancas, região Noroeste do Estado. O crime aconteceu na noite da última quinta-feira (02) e o suspeito, um homem de 33 anos, apresentava sinais de embriaguez quando a polícia chegou ao local.

>> Quer receber nossas notícias 100% gratuitas? Participe da nossa comunidade no WhatsApp ou entre no nosso canal do Telegram!

Segundo informações da Polícia Militar, os policiais receberam um acionamento durante a noite para o hospital de Pancas. No local, uma mulher trans havia dado entrada com um ferimento de faca.

No hospital, um homem que acompanhava a vítima contou aos policiais que a agressão aconteceu em uma região conhecida como Lajinha de Pancas, durante uma discussão entre outras duas pessoas.

Crime após briga de ex-casal

A PM se dirigiu até o lugar informado pelo acompanhante da vítima. No local, o suspeito, de 33 anos, estava dentro da residência da sua ex-companheira.

Ainda segundo a Polícia Militar, o homem apresentava sinais visíveis de embriaguez e não resistiu à prisão. 

A mulher, que estava na casa com ele, relatou aos militares que discutia com o ex-marido, quando a vítima surgiu, no intuito de defendê-la das agressões. 

LEIA TAMBÉM: Adolescente que matou filho de vereadora não demonstrou arrependimento, diz delegado

O homem e a mulher trans acabaram entrando em luta corporal, mas neste momento, ele teria tirado uma faca da cintura e desferido um golpe no peito da vítima. O suspeito foi detido e encaminhado à Delegacia Regional de Colatina.

Em nota, a Polícia Civil informou que o conduzido foi autuado em flagrante pelo crime de homicídio e, em seguida, encaminhado ao sistema prisional. 

O corpo da vítima foi encaminhado para o Serviço Médico Legal (DML) de Colatina, para ser necropsiado e liberado para os familiares.

Últimas