Folha Vitória O que faz o Assessor de Imprensa e como entrar nesse mercado?

O que faz o Assessor de Imprensa e como entrar nesse mercado?

Descubra a assessoria de imprensa é uma carreira promissora da comunicação

Folha Vitória
Foto: Divulgação/DINO

Antes mesmo de explicar o que faz assessor de imprensa, é preciso pensar em como é o trabalho da imprensa, pois o seu trabalho está diretamente ligada as redações. Simplificadamente, a imprensa é responsável por levantar, apurar e publicar notícias.

Na imprensa há notícias de todo tipo, saúde, tecnologia, teologia, entretenimento, cultura, esporte, entre outros. Hoje já contamos mais de 200 editorias diferentes. Nesses locais, o trabalho do jornalista é:

Levantar a pauta (encontrar o fato ou assunto), apurar, mandar para a redação avaliar, produzir.

Essa busca pela notícia se dá no mercado.

O Assessor de Imprensa é o jornalista que está no mercado, levantando e apurando pautas e encaminhando como sugestão para o veículo de comunicação publicar.

Sob esse ponto de vista, não há diferença entre o trabalho dos dois jornalistas, exceto o fato de que um está no veículo de comunicação e o outro está no mercado, ambos em busca de boas pautas. A diferença é a forma como os assessores trabalham.

"Assessoria de Imprensa é uma carreira, não apenas uma função dentro do jornalismo", diz Patricia Alves, assessora de imprensa que está há 25 anos atuando no mercado.

Historicamente, o mercado não reconhece o assessor de imprensa como jornalista. "Isso acontece, porque muitos profissionais ainda trabalham para 'blindar' o cliente, sem se preocupar com a notícia. Chamo isso de assessoria consueto, o que faz o trabalho com foco no cliente e não na redação", explica Patricia Alves.

Para ajudar a difundir a ideia de uma assessoria voltada para a redação, a jornalista Patricia Alves criou o movimento VIVER DO JORNALISMO, com aulas gratuitas sobre assessoria de imprensa, todas as terças, às 19 horas pelo YT. 

Segundo ela, o assessor pode e deve executar todas as atividades do jornalismo: pauta, texto, publicação, produção para TV, além de outras funções como entradas ao vivo e até participação em matérias. "Mas, para alcançar esse lifestyle é preciso abandonar as velhas práticas de se apenas um fazedor de release", diz ela. 

O canal Viver do Jornalismo pode ser acompanhado em todas as redes sociais @viverdojornalismo

Últimas