Folha Vitória PM fardado é vítima de disparos enquanto voltava do trabalho em Vila Velha

PM fardado é vítima de disparos enquanto voltava do trabalho em Vila Velha

Militar foi alvo de três tiros e escapou do atentado após se jogar da moto em um posto de combustíveis

Folha Vitória
Foto: Reprodução TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Um policial militar fardado sofreu uma tentativa de homicídio na madrugada desta quarta-feira (31), na Avenida Carlos Lindenberg, em Vila Velha. Ele voltava de um plantão no município da Serra quando foi alvejado por dois atiradores. 

O militar estava em uma moto e notou que um carro trafegava na avenida, mas não deu atenção. Após alguns instantes, o veículo se aproximou dele, momento em que um dos dois passageiros abriu fogo contra ele, disparando dois tiros.

>> Quer receber nossas notícias 100% gratuitas? Participe do nosso grupo no WhatsApp ou entre no nosso canal do Telegram!

O policial acelerou e foi em direção a um posto de combustíveis, quando ouviu o terceiro disparo. Ao avistar o posto, se deparou com uma viatura da Polícia Militar abastecendo. 

Ele se jogou com a moto próximo aos colegas de farda e informou o ocorrido, eles prontamente perguntaram o modelo do carro. De acordo com o policial, ele não soube informar o modelo exato, apenas a cor, um carro prata. 

Os policiais saíram no encalço do veículo, e acessaram câmeras de videomonitoramento da avenida para identificar o carro. Eles conseguiram a identificação do veículo e da placa e se dirigiram à casa do proprietário do carro.

Ao ser abordado, o homem informou que havia vendido o carro a um conhecido há poucos dias e deu o endereço do comprador. Os militares se dirigiram à casa dele e o homem informou que usa o veículo para trabalhar como motorista de aplicativo, inclusive cedendo o contato da última passageira da noite para que os policiais confirmassem a história. 

Leia Também: Julgamento de Georgeval Alves: defesa pede adiamento do júri, mas juiz nega

Os militares descartaram a participação dos dois homens em qualquer ação suspeita e trabalham com a possibilidade de os criminosos terem clonado a placa do veículo para cometer o atentado. O caso segue sob investigação. 

*Com informações da repórter Suelle Araújo, da TV Vitória/Record TV 

Últimas