Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Polícia prende foragido que planejava retomar o tráfico em Aracruz

Identificado como "Sombra", o suspeito é considerado de alta periculosidade e tinha fugido do sistema penitenciário há dois meses

Folha Vitória|

Folha Vitória
Folha Vitória Folha Vitória

Um suspeito, de 30 anos, foi preso apontado por participação no tráfico de drogas do bairro Mar Azul, em Aracruz, na região Norte do Espírito Santo. Segundo a Polícia Civil, o indivíduo, identificado como "Sombra", estava foragido há dois meses e é considerado de alta periculosidade.

A ação foi realizada na manhã desta quinta-feira (6) e teve como participação a Força Tática da Polícia Civil. Uma campana foi efetuada nas proximidades da possível casa do suspeito. A partir da ação, o homem e a companheira, que não teve a identidade revelada, foram presos. 

>> Quer receber nossas notícias 100% gratuitas? Participe do nosso grupo de notícias no WhatsApp ou entre no nosso canal do Telegram!

Dentro da residência, segundo informações da Polícia Civil, foram encontradas armas e drogas. Após uma entrevista, o homem confessou a autoria de um homicídio que foi realizado no bairro Sauê, também em Aracruz. 

Publicidade

A Polícia Civil destacou que a prisão é importante para a diminuição de futuros homicídios na área do 5º batalhão. Isso por conta da periculosidade do suspeito, que estava foragido do presídio de Xuri Vila Velha, há dois meses.

Ainda segundo a Polícia, ele tinha como meta, retomar a chefia das vendas de drogas matando as principais lideranças do tráfico de Aracruz. "Sombra" possui diversas passagens pela justiça entre homicídios, tráfico de drogas e porte ilegal de arma. 

Publicidade

Durante a ação, foram apreendidas armas, seis carregadores de metralhadora com capacidade para 30 munições, pedras de crack, 140 buchas de maconha, farto material para embalo e armazenamento de cocaína um caderno de anotações sobre a contabilidade do tráfico, um celular e R$1.143.00 em espécie.

Todo material apreendido e os detidos foram apresentados a autoridade policial judiciária de plantão.

LEIA TAMBÉM: PM que atirou em adolescente em Pedro Canário é denunciado pelo MPES

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.