Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Notícias R7 – Brasil, mundo, saúde, política, empregos e mais
Publicidade

Taxista é rendido em Vitória e fica mais de 8 horas preso no porta-malas

O caso aconteceu na última segunda-feira (6) e o condutor precisou ser internado. Criminosos planejavam ir para o estado do Rio de...

Folha Vitória

Folha Vitória|Do R7

Folha Vitória
Folha Vitória Folha Vitória

Um taxista de 40 anos foi rendido por um criminoso durante uma corrida e obrigado a ficar mais de 8 horas no porta-malas do carro, na última segunda-feira (6), em Vitória. O assaltante buscou outros suspeitos e planejavam ir para o estado do Rio de Janeiro.

De acordo com o relato do motorista para a TV Vitória/Record TV, logo após deixar um passageiro na rodoviária, um homem abordou o taxista e pediu que ele realizasse uma corrida para Carapina, na Serra. 

>> Quer receber nossas notícias 100% gratuitas? Participe do nosso grupo de notícias no WhatsApp ou entre no nosso canal do Telegram!

No entanto, ainda na saída do local, o novo passageiro alterou a rota até o destino. Na ocasião, o taxista passou a desconfiar de que havia algo errado.

Publicidade

"Eu tinha um trajeto e ele pediu que eu mudasse, para passar pelo Contorno, aí eu desconfiei. Quando eu desconfiei, ele puxou uma arma da mochila e me rendeu", contou o motorista.

Ainda segundo o taxista, o falso passageiro guiou o motorista por diversos bairros de Vitória, até chegar à Rodovia do Contorno. No local, criminoso obrigou o taxista a entrar no porta-malas do veículo.

Publicidade

Criminosos planejavam ir para o estado do Rio de Janeiro

Ao assumir a direção do carro, o assaltante dirigiu por horas e ainda buscou dois comparsas. O taxista relatou que chegou a ficar desorientado e não sabia onde estava, nem há quanto tempo o veículo estava em movimento.

No entanto, o motorista conseguiu ouvir a conversa dos criminosos, que discutiam sobre um carregamento de drogas. Segundo ele, os assaltantes planejavam ir até a região de Campos dos Goytacazes, no Rio de Janeiro.

Publicidade

Viatura da PM

Ao perceber que o veículo estava quase sem gasolina, os assaltantes decidiram parar em um posto de abastecimento, porém se assustaram quando avistaram uma viatura da Polícia Militar (PM).

"Próximo ao posto eles viram uma viatura e discutiram que não iriam. Pararam na rodovia e começaram a ligar para alguém que iria buscar eles", explicou o motorista.

Em seguida, os criminosos liberaram o taxista juntamente com o veículo e desejaram boa sorte, antes de fugirem a pé. Com ferimentos leves, a vítima conseguiu a ajuda de pessoas que passavam perto do local e acionou a polícia.

Após realizar o registro do boletim no Departamento de Polícia Judiciária (DPJ) da Serra, o taxista foi internado e deve receber alta nesta quarta-feira (8). 

De acordo com ele, essa é a primeira vez que sofre um crime tão grave em 15 anos de profissão. No entanto, o motorista planeja voltar a trabalhar para manter a renda. 

Em nota, a Polícia Civil informou que o caso está sendo investigado, mas até o momento nenhum suspeito foi preso.

*Com informações da repórter da TV Vitória / Record TV, Ana Carolini Mota.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.