Folha Vitória Tok&Stok: a poucos dias de fechar em shopping de Vila Velha, restaram apenas as prateleiras

Tok&Stok: a poucos dias de fechar em shopping de Vila Velha, restaram apenas as prateleiras

O centro de compras se pronunciou por meio de nota e informou que trata-se de uma decisão da marca, que também está fechando lojas...

Folha Vitória
Foto: Dhyego Salazar / Folha Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Faltando pouco mais de uma semana para fechar as portas em definitivo no Shopping Vila Velha, no dia 30 deste mês, a loja de produtos de utilidade doméstica Tok&Stok está com as prateleiras de produtos vazias. Aliás, restaram apenas elas em exposição agora. As fotos são da tarde deste sábado (22).

O centro de compras se pronunciou por meio de nota e informou que o fechamento da unidade de Vila Velha é uma decisão da marca, que também está fechando lojas em outros shoppings do país.

>> Quer receber nossas notícias 100% gratuitas? Participe da nossa comunidade no WhatsApp ou entre no nosso canal do Telegram!

Entenda o caso

A questão envolve o pedido de falência da Tok&Stok na Justiça paulista. A consultoria de tecnologia Domus Aurea, com sede em Barueri (SP), fez o pedido judicial.

A alegação é que a varejista tem uma dívida de R$ 3,8 milhões, referente a um projeto que foi suspenso. O valor é questionado pela Tok&Stok, de acordo com fontes. As informações são da Agência Estado.

O pedido de falência foi feito à 3ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais de São Paulo e afirma que "a insolvência da Tok&Stok é comprovada", pois a empresa não fez pagamentos à Domus, em atraso de três meses.

O contrato com a Domus foi fechado pela Tok&Stok em 2019, por ao menos cinco anos, no valor de R$ 34 milhões, para o desenho de estratégia, desenvolvimento, assessoria, gestão e treinamento em tecnologia digital para as operações da varejista.

A Tok&Stok está questionando o valor na Justiça. De acordo com a Agência Estado, advogados ressaltam que pedidos de falência são comuns em casos de atraso de pagamentos e normalmente os juízes não decretam falência quando os valores cobrados são baixos.

O pedido da Domus Aurea vem em um momento de reestruturação na empresa, que tem fechado lojas, trocou recentemente seu comando e deve receber um aporte de R$ 100 milhões de seu maior acionista, o fundo americano Carlyle.

Foto: Dhyego Salazar / Folha Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O que diz a Tok&Stok

Procurada para se posicionar sobre o assunto, a loja até o momento não se manifestou. Este conteúdo será atualizado assim que a empresa se posicionar.

LEIA TAMBÉM: Tok&Stok fechará em shopping de Vila Velha no dia 30 de abril

Últimas