Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Notícias R7 – Brasil, mundo, saúde, política, empregos e mais
Publicidade

Universitária que sofreu preconceito por idade ganha bolsa para estudar na Inglaterra

Estudante de biomedicina, de 44 anos, contou a novidade em um vídeo no TikTok publicado neste sábado (1º)

Folha Vitória

Folha Vitória|Do R7

Folha Vitória
Folha Vitória Folha Vitória

A universitária Patricia Linares, que sofreu preconceito de outras três alunas por ingressar na faculdade após os 40 anos, ganhou uma bolsa de estudos na Inglaterra. A estudante de biomedicina, de 44 anos, contou a novidade em um vídeo no TikTok publicado neste sábado (1º) pelo usuário Guilherme Gomes.

"Eu gostaria que vocês investissem na educação. Você que está pensando e não tem coragem, você que quer, é o seu sonho, mas você não quer por causa da idade. Então vamos fazer o seguinte? Idade não nos define, idade é só um número. Vamos colocar o nosso sonho para correr porque a vida não espera. A gente tem que passar assim: brilhando, estudando, aprendendo e evoluindo", disse Patricia.

A estudante foi vítima de etarismo em um vídeo que viralizou nas redes sociais a partir de 10 de março. Três universitárias do curso de biomedicina da Faculdade Unisagrado, em Bauru, no interior de São Paulo, debocharam de Patricia.

Comentários como "era para estar aposentada" e "não sabe nem ver o Google" chocaram os internautas e geraram revolta.

Publicidade

LEIA TAMBÉM: Alunas 40+ do ES, como a que foi alvo de deboche em SP, dizem que estudar não tem idade

Após a repercussão do caso, as três alunas que fizeram os comentários etaristas contra a universitária desistiram da faculdade. Patricia registrou um boletim de ocorrência por injúria e difamação contra elas na delegacia de Bauru.

Com informações do portal R7

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.