Folha Vitória Universitárias debocham de colega de sala de 40 anos: "Era para estar aposentada"

Universitárias debocham de colega de sala de 40 anos: "Era para estar aposentada"

Após a repercussão, a instituição publicou uma nota em que afirma não compactuar com a discriminação, mas internautas pedem um posicionamento...

Folha Vitória
Foto: Reprodução/ Twitter
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Um vídeo tem gerado grande repercussão na internet. Nas imagens, três estudantes de uma universidade particular em Bauru, em São Paulo, aparecem debochando de uma colega de turma mais velha.

>> Quer receber nossas notícias 100% gratuitas? Participe da nossa comunidade no WhatsApp ou entre no nosso canal do Telegram!

A aluna que é ironizada tem 40 anos. As estudantes chegam a dizer que a colega nem conheceria o Google e deveria estar aposentada em vez de buscar uma qualificação profissional. 

No vídeo, uma das jovens pergunta, em tom de deboche, como "desmatricular" a colega. “Gente, quiz do dia: como ‘desmatricula’ um colega de sala?”. Em seguida, outra menina responde: “Mano, ela tem 40 anos já. Era para estar aposentada”. “Realmente”, concorda a terceira.

O que diz a universidade sobre o caso?

Diante da repercussão, a universidade publicou uma nota nas redes sociais. A instituição afirma que não compactua com qualquer tipo de discriminação, e que acredita que “todos devem ter acesso à educação de qualidade, desde pequenos até quando cada um quiser, porque educação é isso: autonomia”.

A universidade destacou ainda que "as oportunidades não são iguais para todo mundo em todos os momentos da vida. Sabemos, por exemplo, que os pais, muitas vezes, abrem mão da sua formação para oferecer as melhores oportunidades para seus filhos e, somente depois, optam por se profissionalizarem”.

LEIA TAMBÉM: Relógios inteligentes são cada vez mais úteis no cuidado com a saúde

Mesmo diante do posicionamento da instituição em defesa do acesso à educação, diversos internautas cobram medidas mais rígidas contra as alunas que aparecem no vídeo. 

Nos comentários da publicação do comunicado nas redes sociais, algumas pessoas questionam: “Não vai ter uma retratação das queridas? Uma ação disciplinar? Por acho que só um posicionamento não haverá mudanças!!!”, disse uma mulher.

Últimas