Folha Vitória VÍDEO | Foragido da Justiça morre após ser preso na Serra

VÍDEO | Foragido da Justiça morre após ser preso na Serra

Os policiais prenderam Dione Peroba porque ele tinha um mandado de prisão em aberto. O homem, segundo a PM, desmaiou na viatura e foi...

Folha Vitória
Foto: Reprodução
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Um homem de 41 anos morreu na noite desta quinta-feira (11), após ser detido pela Polícia Militar, em Nova Almeida, na Serra. Dione Castilho Peroba estava sozinho e em surto, e pediu ajuda a vizinhos. Uma viatura da PM foi acionada pelos moradores e ao chegarem ao local, os policiais descobriram que se tratava de um foragido da Justiça.

>> Quer receber nossas notícias 100% gratuitas? Participe da nossa comunidade no WhatsApp ou entre no nosso canal do Telegram!

Um vídeo mostra o momento em que o homem sai algemado da própria residência. É possível perceber que ele está alterado e xingando os policiais. Veja:

O morador Wesley Batista de Souza relatou que ele e outros vizinhos tentaram ajudar Peroba. 

"Ele gritando dentro de casa pedindo socorro. Minha irmã me chamou, chamou meu sobrinho, o marido da vizinha também. Nós pulamos o portão da casa dele, entramos pra ver o que estava acontecendo que ele tava pedindo socorro", disse.

"Chegamos lá, olhamos pela janela, vimos que ele estava sozinho e tendo um surto. Ele falava só: 'Me ajuda, chama a polícia, socorro'. A gente pedia pra ele abrir a janela ou a porta, mas ele não abria", complementou.

Moradores ainda contaram que o homem trabalhava e vivia no local há aproximadamente um ano.

LEIA TAMBÉM: Polícia cumpre mais de 40 mandados em operação contra tráfico e homicídios em Linhares

Segundo a Polícia Militar, os policiais pularam o muro da casa para socorrer Peroba. Contudo, após conversar com o homem, consultaram no sistema e descobriram que ele tinha um mandado de prisão em aberto. Por isso, os militares deram a voz de prisão.

Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também havia sido acionada, mas Peroba foi levado na viatura. Os moradores disseram que a polícia teria sido violenta e um dos policiais colocou os joelhos nas costas do homem para imobilizá-lo.

"Eu comecei a gritar pra polícia, pedi pra polícia parar: 'para, para, para com isso'. Ele virou pra mim e falou: 'minha senhora, ele é foragido da Bahia', eu falei: 'mas não precisa fazer isso com ele, ele é um cara trabalhador'", disse.

LEIA TAMBÉM: Ramalho aconselha adolescente durante apreensão: "Sai dessa vida, você vai morrer"

Os policiais militares encaminharam Peroba para a Delegacia Regional da Serra, em Laranjeiras. A PM disse que o homem xingou os militares durante todo o caminho. Somente quando foram retirá-lo do compartimento de segurança da viatura que perceberam que o suspeito estava desmaiado.

Peroba foi levado para o Hospital Jayme Santos Neves, em Morada de Laranjeiras. Os policiais relataram que aproximadamente meia hora após o atendimento médico, o homem foi declarado como morto.

A reportagem da TV Vitória/Record TV não conseguiu contato com familiares. Já os vizinhos ficaram surpresos ao receber a notícia. "Quando eles chegaram, tinha um rapaz com eles, imaginei que tinha trazido ele de volta. Tô sabendo agora que ele morreu", contou Souza.

LEIA TAMBÉM: VÍDEO | Dono de frigorífico flagra funcionários vendendo carne desviada em Cariacica

A Polícia Militar informou que a equipe do Samu, que esteve no local, avaliou que não havia necessidade de encaminhamento ao atendimento médico após a prisão, mas quando os policiais perceberam que o homem estava desmaiado na viatura, eles prosseguiram imediatamente para o hospital.

Sobre a suposta truculência dos policiais, relatada pelos vizinhos, a Polícia Militar disse que isso cabe investigação da Polícia Civil. 

Já a Polícia Civil informou que o caso foi registrado como morte a esclarecer e que após os exames será possível confirmar o que provocou o óbito.

*Com informações do repórter Caio Dias, da TV Vitória/Record TV

Últimas