Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Notícias R7 – Brasil, mundo, saúde, política, empregos e mais
Publicidade

Vila Velha deve atrair R$ 5,7 bilhões em investimentos até 2027

Os dados coletados em estudo, foram divulgados pelo Instituto Jones dos Santos Neves (IJNS), nesta quinta-feira (18)

Folha Vitória

Folha Vitória|Do R7

Folha Vitória
Folha Vitória Folha Vitória

Com a aproximação do Dia da Colonização do Solo Espírito-santense em Vila Velha, o município possui muitos motivos para comemorar: deve atrair R$ 5,7 bilhões de investimentos até 2027. Os dados coletados em estudo, foram divulgados pelo Instituto Jones dos Santos Neves (IJNS), nesta quinta-feira (18). 

>> Quer receber nossas notícias 100% gratuitas? Participe da nossa comunidade no WhatsApp ou entre no nosso canal do Telegram!

Segundo o presidente do instituto, Pablo Lira, a carteira de investimentos, com valor igual ou acima de R$ 1 bilhão, está distribuída no total de 77 projetos. Desses projetos, cerca de R$ 2,5 bilhões estão em execução. "Também consideramos que R$ 2,5 bilhões são oportunidades de crescimento futuro", descreve. 

Entre os projetos que foram anunciados, são destacados os investimentos para as áreas de: 

Publicidade

- Comércio: 923, 1 milhão 

- Indústria: 4.135,3 milhão 

Publicidade

- Água, esgoto e gestão de resíduos: 2, 5 milhão 

- Construção: 3.625,7 milhão 

Publicidade

Entre os investimentos na área de construção, o Instituto Jones ressalta a importante obra da "Ciclovia da Vida", obra realizada com o intuito de diminuir o índice de suicídios na Terceira Ponte. Além de gerar mais mobilidade urbana entre os municípios de Vila Velha e Vitória. 

"A Ciclovia da Vida, onde hoje foi realizada uma obra de vistoria, é uma obra muito importante para o município e Estado. A obra vai modificar os tristes casos que costumávamos acompanhar além de melhorar a mobilidade", ressalta.

>> Por 'carro popular' a até R$ 60 mil, governo quer ajuda dos Estados

PIB do município é destaque

Durante a coletiva, Pablo Lira destacou que o Produto Interno Bruto (PIB) do município ficou no valor de R$ 12,5 bilhões. "O PIB do município possui participação de 9,09% no total da economia do Estado do Espírito Santo, ficando em 3º lugar no PIB, apenas atrás de Vitória e Serra", ressaltou.

Quando o Produto Interno Bruto é destrinchado, segundo o especialista, ao ser distribuído pelo setor: cerca de 69% é da área de serviços; 18% da área de impostos, líquidos de subsídios sobre produtos e 13% da área de agricultura. 

Segundo os especialistas, a participação da área de serviços- entre eles bares, restaurantes, salão de beleza- é muito importante para a economia do município. 

"Serviços vão desde restaurantes, bares, salão de beleza e serviços especializados como médicos, estruturas da instituição de ensino. Além disso, temos uma grande universidade no município, temos a área industrial da fábrica da Garoto", ressalta.

LEIA TAMBÉM: CBF vai investir R$ 50 milhões em fábrica de briquetes no ES

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.