Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Onda de calor com 'alerta de perigo' atinge cinco estados e vai até sexta

Temperaturas podem chegar a 40°C em regiões de São Paulo, Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul

Cidades|Do R7, em Brasília

Temperaturas podem chegar a 40°C
Temperaturas podem chegar a 40°C Temperaturas podem chegar a 40°C ( WERTHER SANTANA/ESTADÃO CONTEÚDO - 13/11/2023)

O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) informou que uma nova onda de calor vai atingir os estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul até esta sexta-feira (15). Em algumas regiões, as temperaturas ficarão 5°C acima da média, podendo chegar a 40°C.

Em função desse cenário, o instituto emitiu inclusive um "alerta de perigo", válido até o final da onda de calor. O aviso de temperaturas acima da média começou a valer nessa segunda-feira (11).

A capital São Paulo, por exemplo, será afetada pela onda de calor, com temperaturas entre 17°C e 35°C ao longo do dia. Belo Horizonte terá temperaturas entre 18°C e 35°C, com possibilidade de chuvas intensas.

segundo a Organização Meteorológica Mundial, o fenômeno meteorológico El Niño que a Terra está vivenciando atualmente é um dos cinco mais fortes registrados. O fenômeno corresponde ao aquecimento de grande parte do Pacífico tropical e ocorre com uma periodicidade de dois a sete anos, com duração de nove a 12 meses.

Publicidade

Entenda os avisos do Inmet

No total, o órgão tem três tipos de alertas: amarelo, laranja e vermelho. Cada um deles representa um nível diferente de perigo — indo de um possível risco até um grande risco. Veja mais sobre cada alerta abaixo:

Alerta amarelo (perigo potencial): considerado o menos perigoso dos três, ele é utilizado em situações meteorológicas que podem ser perigosas. Quando esse aviso é emitido, o Inmet aconselha que a população tome cuidado na prática de atividades sujeitas a riscos de caráter meteorológico e não se exponha sem necessidade.

Publicidade

Alerta laranja (perigo): nesses casos, o instituto pede que todos fiquem atentos e informados sobre as condições meteorológicas, além de seguir os conselhos das autoridades.

Alerta vermelho (grande perigo): mais preocupante, prevê fenômenos meteorológicos de intensidade atípica e com grande probabilidade da ocorrência de graves danos e acidentes. Esse aviso também é um sinal para riscos à integridade física ou até mesmo à vida humana.

Publicidade

O Inmet pede a todos que se mantenham informados sobre as condições meteorológicas, siga todas as instruções e os conselhos das autoridades e se preparem para medidas de emergência.

Cuidados com a saúde

Com essa alta na temperatura, é importante manter os cuidados com a saúde em dia, já que o calor pode causar queimaduras, insolação, desidratação e até mesmo a morte entre pessoas de grupos vulneráveis.

Publicidade

O Ministério da Saúde ressalta que crianças e idosos devem ter maior atenção, visto que o tempo seco e a baixa umidade do ar podem levar a problemas respiratórios, ressecamento da pele, desconforto nos olhos, na boca e no nariz.

O órgão reforça a importância do protetor solar, que deve ser aplicado pelo menos 30 minutos antes da exposição ao sol, para que possa haver a absorção adequada, e reaplicado a cada duas horas. A ingestão de água é imprescindível para manter a hidratação.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.