Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Caixa entra com ação contra Pedro Guimarães para reaver R$ 45 mil em celulares funcionais

Aparelhos usados pelo economista, que deixou o cargo em 2022, teriam sido quebrados em 'momentos de raiva', dizem fontes

Economia|Do R7

Pedro Guimarães foi presidente da Caixa
Pedro Guimarães foi presidente da Caixa Pedro Guimarães foi presidente da Caixa

A CEF (Caixa Econômica Federal) entrou com uma ação na Justiça contra Pedro Guimarães, ex-presidente do banco, para reaver cerca de R$ 45 mil em telefones celulares funcionais que não foram devolvidos. Ele deixou o cargo no fim de junho de 2022, quando vieram à tona denúncias de funcionários contra ele sobre casos de abuso sexual e moral.

Guimarães assumiu a presidência da Caixa em janeiro de 2019. Conforme relatos de fontes, os celulares não foram devolvidos quando ele deixou o cargo porque teriam sido quebrados pelo economista em "momentos de raiva".

Em nota, o banco afirmou que a ação foi proposta perante a Justiça Federal de Brasília e distribuída à 20ª Vara Federal Cível da SJDF (Seção Judiciária do Distrito Federal).

Compartilhe esta notícia no WhatsApp

Publicidade

Compartilhe esta notícia no Telegram

Segundo a Caixa, o pedido formulado trata da obrigatoriedade de restituição dos aparelhos telefônicos, que não foram devolvidos quando do desligamento de Guimarães da empresa.

"Caso não seja possível a devolução dos equipamentos, requer-se o pagamento do valor correspondente ao reembolso dos montantes devidos, o que, de acordo com as respectivas notas fiscais, gira em torno de R$ 45 mil", afirmou a Caixa, em nota.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.