Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Indicador antecedente de emprego no Brasil alcança o maior patamar em oito meses

Resultado positivo compensa as quedas de maio e junho, mas ainda não se afasta do nível dos últimos meses, afirma FGV

Economia|Do R7

Indicador mostra tendência positiva para o mercado de trabalho
Indicador mostra tendência positiva para o mercado de trabalho Indicador mostra tendência positiva para o mercado de trabalho

O IAEmp (Indicador Antecedente de Emprego), índice utilizado para antecipar os rumos do mercado de trabalho no Brasil, avançou 2,2 pontos em junho, para 76,8 pontos, o maior nível desde outubro de 2022 (79,8 pontos), mostram dados divulgados nesta quarta-feira (5) pela FGV (Fundação Getulio Vargas).

Para Rodolpho Tobler, economista do Ibre (Instituto Brasileiro de Economia), o resultado compensa as quedas dos últimos dois meses, mas não se afasta muito do patamar de 75 pontos que vem oscilando desde a virada para 2023.

"Esse resultado sugere que ainda existe cautela sobre o retorno a uma trajetória mais favorável do mercado de trabalho nos próximos meses, mas pode ser um primeiro sinal positivo. Para os próximos meses, boas notícias do ambiente macroeconômico serão fator fundamental para geração de empregos", diz Tobler.

Em junho, seis dos sete componentes do IAEmp influenciaram a alta do indicador, com destaque para o indicador de Situação Atual dos Negócios de Serviços, que contribuiu com 0,7 ponto, e para os indicadores de Emprego Previsto e de Tendência dos Negócios da Indústria, que contribuíram na mesma proporção com 0,5 ponto.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.