Economia Títulos e ações da Argentina sobem após vitória na Copa do Mundo

Títulos e ações da Argentina sobem após vitória na Copa do Mundo

A análise mostra que vencer a Copa aumenta o crescimento do PIB em 0,25 ponto percentual nos dois trimestres subsequentes

Reuters
Seleção argentina celebra o título de melhor do mundo no estádio Lusail, em Doha, no Catar

Seleção argentina celebra o título de melhor do mundo no estádio Lusail, em Doha, no Catar

JUAN ANTONIO SáNCHEZ/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO-18/12/2022

Os títulos e ações da Argentina subiram nesta segunda-feira (19), um dia após a vitória do país na Copa do Mundo, com o bom humor nas ruas impulsionando o sentimento dos investidores no país.

"A reação de hoje pode ser devido a algum efeito associado à vitória na Copa do Mundo", disse o economista Gustavo Ber. "ADRs e títulos em dólar conseguiram evitar a fraqueza externa por enquanto, como vêm fazendo recentemente como resultado de apostas táticas."

O índice de ações S&P Merval subiu 1,83%, para 168.128,28 pontos, liderado por empresas do setor de energia. Os títulos do mercado de balcão, que estão sendo negociados em território problemático devido a recentes problemas de dívida, subiram em média 0,2%.

O analista Marcelo Rojas disse que "os dólares que a AFA (Associação Argentina de Futebol) vai embolsar por ter ganho a Copa no Catar devem entrar pelo banco central (dado o rígido controle cambial vigente), então as reservas serão beneficiadas".

A Argentina conquistou o valor recorde da Copa do Mundo, de US$ 42 milhões, ao vencer a França na final neste domingo (18), conquistando o troféu pela primeira vez desde 1986. A seleção chegará à capital e comemorará a terceira vitória do país na Copa do Mundo na terça-feira (20), no centro de Buenos Aires.

Não ficou claro o quanto isso estava por trás do bom desempenho do mercado nesta segunda-feira, embora um artigo deste ano da Universidade de Surrey, na Inglaterra, argumentasse que uma vitória poderia impulsionar a economia do país vencedor.

"A análise mostra que vencer a Copa do Mundo da Fifa aumenta o crescimento do PIB em pelo menos 0,25 ponto percentual nos dois trimestres subsequentes", disse o artigo do pós-doutorando Marco Mello.

“Esse resultado parece ser impulsionado principalmente pelo maior crescimento das exportações, o que é consistente com um maior apelo dos produtos e serviços nacionais no mercado global após a vitória em um grande evento esportivo.”

Últimas