Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Toyota planeja desenvolver motores que utilizem combustíveis neutros em carbono

A Toyota Motor planeja desenvolver novos motores que utilizem combustíveis neutros em carbono e sejam adequados para eletrificação,...

Economia|Do R7

A Toyota Motor planeja desenvolver novos motores que utilizem combustíveis neutros em carbono e sejam adequados para eletrificação, como parte de esforços para reduzir emissões de carbono e salvar empregos em empresas fornecedoras de peças. A montadora japonesa disse nesta terça-feira, 28, que, com o objetivo de ajudar a descarbonizar motores de combustão interna, produzirá motores menores compatíveis com vários combustíveis que gerem zero emissões líquidas de dióxido de carbono. Maior fabricante de carros do mundo, a Toyota vem adotando o que chama de postura de múltiplos caminhos, oferecendo aos consumidores uma ampla gama de veículos, incluindo carros híbridos elétricos e movidos a hidrogênio, além de versões elétricas. Os modelos a ser equipados com os novos motores complementarão essa abordagem. "Essa é uma declaração de 'vamos fazer motores de combustão interna juntos'", disse nesta terça-feira o CEO da Toyota, Koji Sato, acrescentando que os atuais motores precisam mudar. O anúncio da Toyota vem em um momento em que cortes de empregos por fornecedores que fabricam peças de motores se tornaram uma questão espinhosa, à medida que as montadoras aceleram a transição para veículos elétricos. A Toyota disse que os novos motores serão neutros em carbono com o abandono de combustíveis fósseis e migrando para alternativas como os chamados e-combustíveis, biocombustíveis e hidrogênio líquido. Segundo a empresa japonesa, os motores menores aumentarão as possibilidades de design e o desempenho aerodinâmico, ajudando-os a cumprir normas de emissões cada vez mais rigorosas sem perder eficiência e potência. A ação da Toyota acumula ganhos de 33% deste o começo do ano, superando de longe o índice acionário da Bolsa de Tóquio, o Nikkei, que subiu 16% no período. Fonte: Dow Jones Newswires.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.