Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Eleições 2014
Publicidade

PSL deixa coligação após escolha de Marina por desconhecer intenções da ex-senadora

Presidente do partido, porém, não descarta posterior apoio formal à chapa da qual se retirou

Eleições 2014|Alexandre Saconi, do R7

Bivar desconhece posições de Marina Silva
Bivar desconhece posições de Marina Silva Bivar desconhece posições de Marina Silva

A escolha de Marina Silva pelo PSB para encabeçar a chapa que disputa a Presidência não agradou ao PSL (Partido Social Liberal), que resolveu abandonar a coligação Unidos pelo Brasil, formada também por PHS, PRP, PPS e PPL. O presidente do PSL e candidato a deputado federal por Pernambuco, Luciano Bivar, declarou que a "mudança substancial na cabeça da chapa" fez o partido mudar sua posição.

— Nós não tivemos nenhum contato pessoal com a candidata. Ela não reafirmou os compromissos que tínhamos com o Eduardo Campos, e ficamos muito preocupados e muito desconfortáveis em acompanhar [a campanha] quando, na verdade, a gente não sabe o que ela pensa.

O candidato reforçou ainda que, apesar de integrar a coligação desde o início, o PSL não tinha conhecimento de como Marina poderia agir.

— Eu sei até o que pensa a Dilma, sei o que pensa o Aécio, mas não sei o que pensa a Marina Silva.

Publicidade

Leia mais notícias de Eleições no Portal R7

Sem ter sido convocado para o debate após a morte de Eduardo Campos, o PSL manterá as coligações estaduais, e não cogita apoio a nenhum candidato no plano federal.

— Nosso apoio seria apenas formal. [No campo informal], pode até ser que isso aconteça. [...] No decorrer do processo, podemos até vir a apoiar a Marina formalmente, mas, legalmente, agora, estamos saindo.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.