Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Eleições 2016
Publicidade

Segundo turno tem 88 prisões por crime eleitoral. Ceará tem o maior número de casos

Os casos de boca de urna lideraram as ocorrências de crimes eleitorais

Eleições 2016|Do R7, em Brasília

Segundo turno tem 88 prisões por crime eleitoral
Segundo turno tem 88 prisões por crime eleitoral Segundo turno tem 88 prisões por crime eleitoral

O segundo turno das eleições municipais já registrou 88 casos de prisão por crime eleitoral, de acordo com o mais recente boletim divulgado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) um pouco antes das 18h deste domingo (30). Ao todo são 309 ocorrências.

Os casos de boca de urna lideraram as ocorrências de crimes eleitorais. O TSE divulgou que foram 224 episódios, sendo 57 deles com prisões.

O Ceará é o Estado com maior número de ocorrências: 172 no total, sendo que houve uma prisão por uso de auto-falante — ocorrência que ainda teve mais um registro, sem prisão. Fora isso foram 143 casos de boca de urna, um de transporte ilegal de eleitores, 15 de corrupção eleitoral e quatro por motivo não divulgado.

Em seguida aparece o Rio de Janeiro, com 44 casos, sendo 34 de boca de urna e 10 por outros motivos.

No Rio Grande do Sul, foram 38 casos de crimes eleitorais.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.