Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Eleições 2018
Publicidade

Ciro diz que assuntos importantes deixaram de ser discutidos

Candidato do PDT afirma que há “imprudência dos protagonistas da polarização” política nas discussões dos problemas sociais que o país enfrenta

Eleições 2018|Giuliana Saringer e Paulo Lima, do R7, com Estadão Conteúdo

Candidato esteve em Suzano nesta segunda-feira (1)
Candidato esteve em Suzano nesta segunda-feira (1) Candidato esteve em Suzano nesta segunda-feira (1)

O candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes, criticou nesta segunda-feira (1) nas redes sociais o que chamou de “imprudência dos protagonistas da polarização” política nas discussões dos problemas sociais que o país enfrenta. "Paramos de discutir a situação dos milhões de desempregados, endividados, vítimas da violência e de tudo que importa para o povo", disse o pedetista.

Pela manhã, Ciro Gomes fez campanha em Suzano, na região metropolitana de São Paulo, onde fez uma caminhada. Devido a uma cirurgia de pequeno porte, o presidenciável precisou reduzir o número de viagens pelo país por recomendação médica.

O candidato do PDT à Presidência também voltou a criticar o PT, ao considerar as recentes declarações do ex-ministro José Dirceu e do PT como autoritárias. Dirceu falou sobre a Lava Jato e o poder de investigação do Ministério Público. 

Para o ex-ministro, declarações não são tão antidemocráticas como as do candidato à Presidência do PSL, Jair Bolsonaro. "O PT tem praticado coisas indefensáveis, mas não é tão autoritário quanto o Bolsonaro", afirmou a jornalistas, em ato de campanha em Suzano, na região metropolitana de São Paulo. "Não se pode dizer uma coisa dessas, absolutamente. Seria injusto com a história de Haddad, principalmente."

Publicidade

Uma semana das eleições 

Ciro diz que o foco nesta semana que antecede as eleições é a educação e a economia. "A mensagem que eu quero passar nesta última semana é a do emprego para os país e educação de qualidade para os filhos", afirmou, durante agenda pública em Suzano, na região metropolitana de São Paulo. A cidade é o berço político de Marcelo Candido, candidato do PDT ao governo paulista.

Na noite do último domingo (30), participou do debate com outros presidenciáveis na RecordTV. Entre outros pontos discutidos, Ciro, questionado por Henrique Meirelles (MDB) sobre a “forma de unificar a população brasileira”, afirmou ter a "capacidade de diálogo" para interromper a radicalização.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.