Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Eleições 2018
Publicidade

Ciro rebate críticas e diz que apoiou manifestações das mulheres

Candidato à Presidência pelo PDT afirmou que é o momento de falar em unir a nação e pôr um fim à polarização do cenário atual

Eleições 2018|Karla Dunder, do R7

Ciro Gomes acredita que pode ir para o segundo turno
Ciro Gomes acredita que pode ir para o segundo turno Ciro Gomes acredita que pode ir para o segundo turno

Ciro Gomes, candidato do PDT à Presidência, chamou nesta quarta-feira (3) de “manipulação” as reportagens que divulgaram nesta terça-feira (2) críticas suas às manifestações de sábado das mulheres contra o deputado federal Jair Bolsonaro, presidenciável do PSL.

Em entrevista à rádio Bandeirante AM do Rio de Janeiro na manhã de hoje, o candidato do PDT afirmou que o ato foi “a coisa mais linda que aconteceu nesta campanha”. No entanto, ele diz que a manifestação colocou em evidência o candidato do PSL, que segue à frente nas pesquisas de intenção de voto.

“Demos mais mídia a ele e neste momento devemos dar destaque para o sim, para quem pode reunir esse país”, declarou.

O pedetista reforçou o discurso de que é o único capaz de acabar com a forte polarização presente na campanha. “Sou o único capaz de derrotar tanto Bolsonaro como Fernando Haddad (PT) no segundo turno”.

Publicidade

"Metade dos eleitores ainda não definiram seu voto, vou lutar até as 17h do domingo na esperança de ser o presidente deste país", declarou.

Ciro, mais uma vez, criticou a falta de experiência de Bolsonaro na administração pública. “Entregar a nação a um cidadão que nunca administrou nada é um suicídio coletivo”. Também afirmou que o sentimento mais forte que existe na política hoje é o “antipetismo”.

O ex-governador do Ceará afirmou que fará a economia de cada centavo de dinheiro público e que tudo será revertido para a causa dos mais pobres.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.