Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Eleições 2022
Publicidade

Rodrigo Garcia vai apoiar Tarcísio no segundo turno ao Governo de São Paulo

No primeiro turno, Freitas recebeu 9.881.995 votos (42,32%), e Haddad, 8.337.139 votos (35,7%)

Eleições 2022|Do R7, em Brasília

Fernando Haddad e Tarcísio de Freitas vão ao segundo turno em SP; Rodrigo Garcia apoia Tarcísio
Fernando Haddad e Tarcísio de Freitas vão ao segundo turno em SP; Rodrigo Garcia apoia Tarcísio Fernando Haddad e Tarcísio de Freitas vão ao segundo turno em SP; Rodrigo Garcia apoia Tarcísio

O governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), deve anunciar apoio ao candidato Tarcísio de Freitas (Republicanos), que disputará o segundo turno contra Fernando Haddad (PT) na corrida ao Palácio dos Bandeirantes. O anúncio deve ser realizado nesta terça-feira (4), segundo fontes. 

Com 100% das seções eleitorais apuradas, Garcia teve 4.296.293 votos (18,4%) e terminou o primeiro turno em terceiro lugar. Já Freitas recebeu 9.881.995 votos (42,32%) e Haddad, 8.337.139 votos (35,7%). 

Dessa forma, o republicano e o petista voltam a se enfrentar nas urnas no dia 30 de outubro. Nesta fase da campanha, os políticos articulam apoio com demais nomes e partidos, além de iniciarem uma série de viagens pelo estado, que concentra mais de 34,6 milhões de eleitores.

PSDB

Como o R7 mostrou, o PSDB, que governou o Brasil duas vezes com Fernando Henrique Cardoso, encolheu nas eleições de 2022. Na Câmara dos Deputados, a legenda deixou de ter os atuais 23 deputados para ficar com 18. No Senado, o partido nem sequer elegeu candidato. Esse é o pior resultado da legenda desde 1998.

Publicidade

O partido também encolheu na disputa ao Governo dos estados. O caso mais emblemático é o de São Paulo, berço político do PSDB, onde Garcia, que atualmente comanda o Executivo paulista, ficou em 3º lugar. É a primeira vez em 28 anos que um governador que não é do PSDB vai comandar o Palácio dos Bandeirantes.

O PSDB vai disputar o segundo turno em quatro estados: Rio Grande do Sul, entre Eduardo Leite (PSDB) e Onyx Lorenzoni (PL); em Mato Grosso do Sul, com Eduardo Riedel (PSDB) contra Capitão Contar (PRTB); em Pernambuco, com Raquel Lyra (PSDB) contra Marília Arraes (Solidariedade); e na Paraíba, onde Pedro Cunha Lima (PSDB) vai enfrentar João Azevedo (PSB). Em todos esses estados, os tucanos chegaram em 2º lugar.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.