Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Eleições 2022
Publicidade

TRE-DF vai reduzir número de eleitores por seção para as próximas eleições

Entre as medidas para evitar as filas observadas no primeiro turno do pleito deste ano está a abertura de novos locais de votação 

Eleições 2022|Do R7, em Brasília

Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF)
Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF) Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF)

O Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF) vai reduzir o número de eleitores por seção eleitoral para as próximas eleições. Para isso, serão abertos novos locais de votação nas zonas mais congestionadas. A corte vai também solicitar ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a substituição de todas as urnas antigas para o novo modelo, o UE2020. As medidas ocorrem em razão das filas que se formaram em algumas seções eleitorais no primeiro turno das eleições deste ano. 

De acordo com o TRE-DF, no primeiro turno, o comparecimento em massa de eleitores ocorreu nos horários de pico, entre 10h e 11h, e entre 16h e 17h. O desembargador Roberval Belinati, presidente da corte, disse que, em alguns locais, foram detectadas falhas na distribuição das seções, que ficaram muito próximas e deveriam ficar em salas mais distantes. Isso vai ser resolvido já para o segundo turno, que ocorre em 30 de outubro.

VEJA NO VÍDEO AS ORIENTAÇÕES DADAS PELO TRE-DF PARA O PRIMEIRO TURNO:

"Observamos, ainda, que houve dificuldade na validação da biometria em alguns locais, especialmente de urnas de modelo mais antigo," destacou o desembargador. "Em relação ao planejamento, detectamos que algumas urnas tiveram mais de 400 eleitores cadastrados, e 42 urnas quebraram e tiveram que ser substituídas, o que também causou atraso na votação”, complementou. 

Leia também

O TRE pretende, ainda, redistribuir melhor as urnas nas escolas, dando mais espaço entre uma seção e outra, para evitar aglomeração nos locais, e intensificar a orientação aos agentes eleitorais para ampliar a celeridade do atendimento aos eleitores. A corte eleitoral prometeu providências, como a ampliação do auxílio aos eleitores nos pontos críticos.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.