Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Casal processa negociante de arte que comprou máscara rara por R$ 800 e a revendeu por R$ 22 milhões

Os idosos encontraram a obra durante uma limpeza de casa e acusaram o sujeito de esconder o real valor da peça

Hora 7|Do R7

Um casal de idosos processou um negociante de arte que comprou deles uma máscara africana por 129 libras (R$ 800, no câmbio atual) e a revendeu por nada menos que 3,6 milhões de libras (R$ 22,3 milhões).

O casal, que mora na França, encontrou a peça enquanto limpava a casa, em 2021. A mulher e o homem, de 81 e 88 anos, acreditam que o sujeito deliberadamente escondeu o real valor da máscara, chamada "Ngil".

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsaApp

Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp

Publicidade

Compartilhe esta notícia pelo Telegram

Poucos meses após comprar a obra, o negociante (identificado como Sr. Z) a revendeu em um leilão pelo valor milionário. O casal só soube do preço altíssimo quando leu sobre o assunto em um jornal.

Publicidade
Máscara foi criada pelo povo Fang, que ocupa regiões da África
Máscara foi criada pelo povo Fang, que ocupa regiões da África Máscara foi criada pelo povo Fang, que ocupa regiões da África

Segundo a avaliação, a máscara é raríssima, feita pelo povo Fang, no Gabão, e usada em rituais como casamentos e funerais. De acordo com o site ARTNews, a peça foi levada para a França pelo avô do marido, que foi governador colonial no Gabão. Apenas poucas peças do tipo já saíram da África e estão expostas em museus da Europa.

O processo segue na Justiça, e um tribunal de recursos afirmou que o caso "parece bem fundamentado".

Homem compra armário usado e acha R$ 28 milhões dentro dele

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.