Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Hora 7
Publicidade

Mulher revela que só descobriu o nome do namorado após quatro meses de relacionamento

Ela confessou que precisou fuçar nos documentos dele em um momento de distração para descobrir como ele se chamava

Hora 7|Do R7


Mulher passou quatro meses em dúvida sobre o real nome do namorado
Mulher passou quatro meses em dúvida sobre o real nome do namorado

Uma internauta viralizou ao contar uma história bastante inusitada sobre o início de seu antigo relacionamento. 

A mulher, que não teve sua identidade revelada, fez uma publicação na rede social Reddit para dizer, em desabafo, que não sabia o nome do próprio namorado durante os primeiros quatro meses da relação. 

Depois de certo tempo, ela achou que poderia "ficar chato" confessar que não sabia como ele se chamava.

"Eu descobri o nome do meu namorado depois de quatro meses de encontros. Eu não tinha certeza se ele se chamava Patrick ou Richard, então eu simplesmente não o chamava por nenhum nome", escreveu ela no relato que despertou a curiosidade na web.

Publicidade

Ela explicou que o romance começou antes da existência das redes sociais, o que dificultou que ela investigasse o pretendente, para confirmar o nome dele. 

Após quatro meses de desespero, ela achou a solução para o problema em um momento de distração do rapaz: "Eu finalmente descobri o nome dele ao ver seu cartão do seguro no porta-luvas, quando ele saiu rapidamente do carro".

Publicidade

A relação progrediu, e eles chegaram a ficar noivos e se casar, mas infelizmente se divorciaram. Ela diz, em tom de brincadeira, que depois do término passou a se referir ao ex com nomes diferentes em pensamento, de propósito.

Muitos internautas se divertiram ao imaginar os malabarismos que ela teve que fazer até descobrir o nome do namorado. "Usou e abusou dos apelidos fofinhos para não correr o risco de errar", apostou uma pessoa.

Outros decidiram compartilhar as próprias histórias curiosas sobre nomes: "Eu tenho um colega de trabalho que sempre me chama de Joe. Eu nunca o corrigi, e esse não é meu nome. Já faz cinco anos e nem sei como falar sobre isso. Não o vejo muito, talvez uma ou duas vezes por semana", confessou um seguidor.

"Algumas pessoas só são péssimas com nomes. Meu marido chamou uma grande amiga minha de Nancy por uns dois anos, mas ela se chama Suzanne. Hoje nós damos risada disso", contou outra pessoa. 

Boneco de pano, Boeing 737-800 e estação de trem: conheça mulheres que namoram seres inanimados

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.