Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Sapo-cururu se esconde em bagagem e reaparece quase 10.000 km depois

Anfíbio tóxico embarcou em avião em localidade tailandesa, para ser descoberto apenas em Barcelona, na Espanha

Hora 7|Do R7

Uma família de Barcelona, na Espanha, teve a maior das surpresas ao desfazer as malas de uma viagem recém-realizada à Tailândia. Em meio aos pertences havia simplesmente um sapo clandestino.

Segundo o tabloide Daily Star, atentos às regras locais — de comunicar as autoridades sobre ocorrências de animais fora do habitat de origem —, os moradores imediatamente acionaram o órgão de vida selvagem competente, que identificou a espécie em questão.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp

Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp

Publicidade

Compartilhe esta notícia pelo Telegram

Assine a newsletter R7 em Ponto

Publicidade

Tratava-se de um anfíbio da espécie Duttaphrynus melanostictus, conhecido aqui no Brasil como sapo-cururu. Ele é considerado altamente tóxico, devido às glândulas que possui nas laterais da cabeça — usadas para secretar veneno nos predadores em potencial —, embora não represente risco a humanos.

Sapo-cururu (imagem meramente ilustrativa)
Sapo-cururu (imagem meramente ilustrativa) Sapo-cururu (imagem meramente ilustrativa)

No entanto, a natureza altamente adaptável desses sapos, distribuídos pelo sul e sudeste asiático e noroeste da Oceania, preocupa especialistas. Uma vez livres em novo ambiente, eles são capazes de se reproduzirem amplamente, provocando desequilíbrio nos ecossistemas.

Publicidade

Quanto ao clandestino em questão, ele permanece sob os cuidados do Centro de Recuperação de Anfíbios e Répteis da Catalunha, onde profissionais estudam como enviá-lo de volta para casa.

Cobra é salva após ter sapo-cururu inteiro removido pela boca

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.