Internacional Candidato a prefeito é assassinado na véspera de eleições no Equador

Candidato a prefeito é assassinado na véspera de eleições no Equador

Omar Menéndez, de 41 anos, foi morto a tiros em uma área comercial de Puerto López, na província de Manabí

AFP
Omar Menéndez foi assassinado no sábado (4)

Omar Menéndez foi assassinado no sábado (4)

Reprodução/Twitter

Um candidato a prefeito de Puerto López, cidade costeira do Equador, foi assassinado no sábado (4), a poucas horas das eleições locais e de um referendo proposto pelo Executivo que busca autorizar a extradição de nacionais para combater o crime organizado. 

"Condenamos veementemente o assassinato do candidato a prefeito de Puerto López, Omar Menéndez", disse o CNE (Conselho Nacional Eleitoral) na conta no Twitter. 

Menéndez, de 41 anos, era candidato pelo partido Revolução Cidadã, próximo ao ex-presidente socialista Rafael Correa (2007-2017). 

Segundo a imprensa local, o candidato, dono de uma empresa que presta serviço de internet, foi morto a tiros em uma área comercial de Puerto López, na província de Manabí (sudoeste).

Quinze dias atrás, um candidato a prefeito da cidade costeira de Salinas, na província de Santa Elena, também foi assassinado. 

O Equador enfrenta um aumento da criminalidade e do narcotráfico. A taxa de homicídios no país de 18,2 milhões de habitantes subiu para 25 por 100.000 pessoas em 2022. Em 2021, esse número era de 14 por 100.000.

Últimas