Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Embaixador de Israel diz que secretário-geral da ONU deve pedir demissão

Crise se instalou após o dirigente das Nações Unidas, António Guterres, dizer que 'ataques do Hamas não aconteceram ao acaso'

Internacional|Do R7

O embaixador de Israel na Organização das Nações Unidas, Gilad Erdan
O embaixador de Israel na Organização das Nações Unidas, Gilad Erdan O embaixador de Israel na Organização das Nações Unidas, Gilad Erdan

O embaixador de Israel na ONU, Gilad Erdan, reagiu às declarações do secretário-geral da entidade, António Guterres, e solicitou ao secretário que pedisse demissão do cargo. O motivo foi a fala de Guterres, em que afirmou que "os ataques do Hamas não aconteceram ao acaso"

Dessa forma, o secretário-geral teria insinuado que o ataque-surpresa realizado pelos terroristas do Hamas no dia 7 de outubro seria culpa de Israel. A ação terminou com 1.400 pessoas mortas e 220 sequestradas e levadas para a Faixa de Gaza.

Além disso, o ministro das Relações Exteriores de Israel, Eli Cohen, cancelou uma reunião previamente agendada para esta terça (24) com o secretário-geral da ONU.

"Senhor secretário-geral, em qual mundo você vive?", questionou Cohen, antes de reproduzir uma gravação em que, supostamente, um terrorista diz aos pais que estava orgulhoso de ter assassinado dez judeus. "Senhor secretário-geral, este é o mundo em que vivemos", completou.

Morteiros, granadas e lança-foguetes: Israel mostra ao mundo armas recuperadas do Hamas

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.