Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Identificado autor de atentado de Barcelona; "tudo aponta" para foragido

Younes Abouyaaqoub é principal suspeito de atropelamento em massa

Internacional|Agência Brasil

Younes Abouyaaqoub continua foragido
Younes Abouyaaqoub continua foragido Younes Abouyaaqoub continua foragido

A polícia autônoma catalã identificou o autor dos atentados de Barcelona e tudo indica que o motorista da caminhonete é o foragido Younes Abouyaaqoub, disse nesta segunda-feira (21) o representante de Interior do governo da Catalunha, Joaquim Forn, em sua conta no Twitter. A informação é da Agência EFE.

Segundo Forn, a Polícia autônoma identificou o motorista da caminhonete que na quinta-feira passada (17) cometeu o atentado terrorista com um atropelamento em massa em Barcelona, no qual morreram pelo menos 13 pessoas e mais de 100 ficaram feridas.

Em declarações à Catalunha Rádio, Joaquim Forn disse que tudo indica que o atentado de Barcelona e o incidente que ocorreu pouco depois, quando um carro furou uma barreira policial e apareceu a poucos quilômetros com o seu motorista apunhalado, "estão relacionados".

Motorista avança contra pontos de ônibus e deixa um morto em Marselha, na França

Publicidade

O político catalão, que convocou uma entrevista coletiva, acrescentou que "o ímã de Ripoll (Abdelbaki es Satty) não tinha nenhum antecedente. A comunidade muçulmana não pensava que fosse uma pessoa radical".

Diversas informações apontam que o ímã pode ser o autor intelectual dos atentados, tanto o de Barcelona quanto o que ocorreu horas depois, na localidade costeira de Cambrils, na província catalã de Tarragona.

Publicidade

Também se trabalha com a possibilidade de que o seu corpo esteja entre os restos encontrados após a explosão que ocorreu no dia 16 em uma casa de Alcanar (Tarragona), onde os supostos terroristas acumulavam grande quantidade de material explosivo.

Além disso, Joaquim Forn afirmou que "neste momento, se descarta um ataque iminente, e por isso a segurança não foi elevada para o nível 5".

Publicidade

"Conversamos com o ministro do Interior, Juan Ignacio Zoido, e somos do mesmo parecer de que não se tem que aumentar [o alerta terrorista] para o nível 5", acrescentou Forn.

Número de vítimas de deslizamento em Serra Leoa chega a 499

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.