Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Julius britânico: pai com dívida impagável economizou mais de R$ 60 mil com promoções 

Homem que deve em torno de R$ 1,5 milhão faz de tudo para aproveitar os preços baixos e não gastar demais

Internacional|Larissa Crippa*, do R7

Julius é famoso por manias econômicas e pavor a desperdício no seriado 'Todo Mundo Odeia o Chris'
Julius é famoso por manias econômicas e pavor a desperdício no seriado 'Todo Mundo Odeia o Chris' Julius é famoso por manias econômicas e pavor a desperdício no seriado 'Todo Mundo Odeia o Chris'

O personagem Julius, do seriado Todo Mundo Odeia o Chris,é famoso por ser "mão de vaca", pois calcula até os últimos centavos de qualquer item consumido por sua família e está sempre tentando guardar dinheiro. 

Al Baker, um britânico de 49 anos, teve que descobrir como organizar as contas de casa no mesmo estilo do personagem do seriado depois de se afundar em uma dívida impagável.

O homem, que é pai de dois filhos, está devendo em torno de 300 mil libras, mais de R$ 1,5 milhão, segundo o tabloide The Mirror.

Desde que a situação ficou apertada, em meados de 2017, a família precisou aprender a se desdobrar para conseguir o básico e, a partir daí, economizou cerca de 10 mil libras (aproximadamente R$ 60 mil).

Publicidade

Isso foi possível, principalmente, graças à estratégia de aproveitar os produtos em promoção nas prateleiras do supermercado.

O britânico também passou a cultivar parte de seus alimentos e a aproveitar o que tem ao máximo, como reutilizar sachês de chá. 

Publicidade

"O custo de vida é muito alto para fazer aqueles estoques semanais, como costumávamos fazer. Mas é possível comer bem sem pagar esses preços premium. Uma dica para garantir que você coma tudo aquilo de que precisa, além de aproveitar as promoções, é criar o próprio jardim", contou em suas redes.

O estilo de consumo também precisou ser revisto. As compras por aplicativo de comida foram proibidas, e sair para comer deixou de ser um programa frequente na família. A dica de Al é utilizar aplicativos que entregam comida barata, com data de validadade próxima da expiração.

Publicidade

"O que não comemos imediatamente é congelado, e coisas como tomate serão transformadas em molhos de macarrão, que eu guardo no armário até serem necessários. Tem apps, como o Too Good to Go, que entregam comida para consumo imediato por um bom preço", explicou.

O novo estilo de vida fez com que o homem começasse um blog, chamado The Penny Pincher (O Avarento, em tradução livre), para compartilhar suas vivências e dicas.

* Estagiária do R7,sob supervisão de Pablo Marques

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.