Internacional Massacre nos EUA deixa 28 mortos, incluindo o atirador, sua mãe e 20 crianças

Massacre nos EUA deixa 28 mortos, incluindo o atirador, sua mãe e 20 crianças

Atirador foi morto dentro da escola; ele usava três armas

Mortos em massacre nos EUA somam 28, incluindo o atirador, sua mãe e 20 crianças

Moradores de Newtown lamentam o massacre à escola Sandy Hook

Moradores de Newtown lamentam o massacre à escola Sandy Hook

DON EMMERT / AFP

Um total de 28 pessoas morreu após um atirador invadir uma escola de Newtown, no Estado norte-americano de Connecticut, nesta sexta-feira (14). Dentre as vítimas, 27 morreram dentro da escola e outra em um local próximo. As informações foram confirmadas pelo porta-voz da polícia de Connecticut, Paul Vance.

Entre as 28 vítimas, Vance confirmou que 26 foram mortas pelo atirador dentro da escola, sendo 20 crianças e seis adultos — entre eles estavam o diretor e o psicólogo da escola, além da mãe do atirador, que era professora.

O atirador é a 27ª pessoa morta dentro da escola. As autoridades não informaram se o autor do massacre foi morto por policiais, por funcionários da escola ou se ele se matou.

Obama chora ao lamentar "crime abominável"

Fotos do tiroteio que deixou dezenas de mortos em Newtown

Atiradores assustaram o mundo nos últimos anos

A 28ª pessoa, também adulta, foi morta em uma casa de Newtown. Essa vítima, cuja identidade não foi confirmada, teria relações com o suspeito de cometer o crime.

A polícia norte-americana também encontrou o corpo de um jovem na cidade de Hoboken, em New Jersey. As autoridades não confirmaram a identidade do sujeito, mas, segundo a rede de TV CNN, seria o irmão do atirador.

Quem cometeu o crime?

As autoridades norte-americanas não confirmaram a identidade do atirador oficialmente. Mas, em condição de anonimato, oficiais  disseram a veículos de imprensa locais que o suspeito se chama Adam Lanza, tem 20 anos e é natural de New Jersey.

O suspeito seria filho de Nancy Lanza, de 52 anos, que era professora da escola Sandy Hook, palco do massacre de hoje em Newtown, Connecticut.

A rede de TV CNN mostrou imagens de oficias do FBI em frente a uma residência de estudante em Hoboken, New Jersey, onde estariam colhendo depoimentos de amigos e colegas do atirador.

O massacre

A polícia recebeu o aviso do tiroteio pouco após as aulas começarem, por volta das 9h30 locais (12h30 de Brasília).

Vários alunos foram levados para o estacionamento do centro educacional por seus professores, entre gritos e choros. Os alunos da Sandy Hook têm entre cinco e dez anos.

A prefeitura de Newton decretou o fechamento de todos os colégios da região.

Segundo depoimentos de crianças e funcionários da escola, o atirador teria feito mais de cem disparos. A polícia confirmou que três armas foram apreendidas, sendo dois revólveres e um rifle.

Newtown, com uma população de cerca de 27 mil pessoas, fica no condado de Fairfield, no norte do Estado, cerca de 70 km a sudoeste de Hartford e 130 km a nordeste de Nova York.

O número de 28 mortes faz desse um dos piores massacres dos EUA.

A maior chacina em uma instituição de ensino norte-americana aconteceu em abril de 2007, na Universidade Virginia Tech, quando 32 pessoas foram mortas e várias ficaram feridas.

Os Estados Unidos já tiveram uma série de tiroteios em locais públicos este ano. Mais recentemente, um atirador abriu fogo em um shopping center do Oregon, matando duas pessoas, e depois se suicidou, na terça-feira.

O pior ataque ocorreu em julho em uma sessão da meia-noite de um filme do Batman, no Colorado, onde 12 pessoas morreram.

Quer ficar bem informado? Leia mais

O que acontece no mundo passa por aqui